ALCINO DE PAULA SALAZAR

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: SALAZAR, Alcino
Nome Completo: ALCINO DE PAULA SALAZAR

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
SALAZAR, ALCINO

SALAZAR, Alcino

*proc.-ger. Rep. 1965-1967.

Alcino de Paula Salazar nasceu em Manhuaçu (MG) no dia 18 de dezembro de 1897, filho de Vicente de Paula Salazar e de Rosa de Viterbo Sette Salazar.

Formou-se pela Faculdade de Direito da Universidade de Minas Gerais em 1919.

Eleito vereador em sua cidade, chegou a presidente da Câmara Municipal e, nessa qualidade, exerceu o cargo de prefeito de 1920 a 1930.

Professor, foi livre-docente da cadeira de direito administrativo da Faculdade Nacional de Direito da Universidade do Brasil em 1951.

Durante o governo de Carlos Lacerda (1960-1965), exerceu o cargo de secretário de Justiça do estado da Guanabara. Em dezembro de 1965, durante o governo do presidente Humberto de Alencar Castelo Branco, foi nomeado procurador-geral da República, substituindo Osvaldo Trigueiro. Com o final do governo Castelo Branco em março de 1967, deixou o cargo, sendo substituído por Haroldo Teixeira Valadão.

Foi membro do Instituto dos Advogados Brasileiros, da Ordem dos Advogados do Brasil, da qual chegou a ser presidente, e da Sociedade Brasileira de Direito Internacional.

Casou-se com Aglaura Coutinho Salazar, com quem teve cinco filhos.

Escreveu Responsabilidades do poder público por atos judiciais, Reparação do dano moral e Conceito do ato administrativo, além de diversos trabalhos jurídicos publicados na Revista Forense, na Revista de Direito Administrativo e na Revista de Jurisprudência Brasileira.

FONTES: CORRESP. PROC. GER. REP.; COUTINHO, A. Brasil.

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados