David Samuel Alcolumbre Tobelem

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: ALCOLUMBRE, Davi
Nome Completo: David Samuel Alcolumbre Tobelem

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:

ALCOLUMBRE, Davi


*dep. fed. AP 2003-2007; 2007-2011; 2011-

 


David Samuel Alcolumbre Tobelem nasceu em Macapá no dia 19 de junho de 1977, filho de Samuel José Tobelem e de Júlia Peres Alcolumbre.

Comerciante, em 1996 tornou-se membro da Associação Comercial e Industrial de Macapá.

Sua trajetória política teve início em 1999, quando se filiou ao Partido Democrático Trabalhista (PDT). Nessa legenda elegeu-se vereador em Macapá em 2000. Assumindo o mandato na Câmara Municipal no ano seguinte, ocupou a presidência da Comissão de Indústria e Comércio e foi vice-presidente da Mesa. Em 2001-2002, representou a Câmara Municipal no Conselho Tutelar de Macapá.

Em 2002 foi eleito deputado federal pelo Amapá. Deixando a Câmara Municipal, assumiu uma cadeira na Câmara dos Deputados em fevereiro de 2003. Durante a legislatura, foi membro das comissões de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática, e de Defesa do Consumidor. Foi também titular das comissões especiais de Proteção dos Direitos da Juventude, e do Plano Nacional da Juventude. Por dois anos consecutivos, foi coordenador da bancada de seu estado. Em 2004, por ocasião da chamada Operação Pororoca da Polícia Federal, foi acusado de fazer parte de um esquema de fraudes em licitações de 17 obras nos municípios de Macapá, Santana e Oiapoque. E 2005 filiou-se ao Partido da Frente Liberal (PFL), cujo diretório regional passou a presidir.

Reeleito em 2006, agora na legenda do PFL, iniciou novo mandato em fevereiro de 2007, tornando-se titular, terceiro e segundo vice-presidente da Comissão Permanente de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara. Com a transformação do PFL em Democratas (DEM) em 2007, passou a exercer a presidência do diretório regional da nova legenda no Amapá. Tornou-se membro, também, da comissão executiva nacional do DEM e do Conselho Político da Juventude Democratas. Entre os meses de março e maio de 2008, exerceu a vice-liderança do partido na Câmara dos Deputados.

 Em 2009 licenciou-se do mandato de deputado federal e assumiu o cargo de secretário municipal de Obras e Serviços Públicos de Macapá, durante a gestão de Roberto Góis. Na Câmara dos Deputados foi substituído pelo suplente, deputado Antônio Feijão.

Retornou à Câmara em Março de 2010, quando voltou a integrar a Comissão de Ciência, Tecnologia, Comunicação e Informática. Concorreu a mais um mandato nas eleições realizadas em Outubro daquele ano, quando recebeu 14.655 votos, tendo sido reeleito para a legislatura iniciada em Fevereiro de 2011.

Nas eleições municipais de 2012, foi candidato à prefeitura de Macapá na coligação “Macapá Melhor”, composta por DEM, PSDB, PTB e PRP.  Porém, os 21.796 votos recebidos renderam apenas uma quarta colocação no primeiro turno do pleito que, ao fim, elegeu Clécio Luís, do PSOL.

Em seguida, retomou o exercício do mandato de deputado.

 

FONTES: CÂM. DEP. Deputados brasileiros. Repertório (2003-2007 e 2007-2011); Jornal Folha de São Paulo (18/11/20004 e 3/10/2006); Portal pessoal do deputado federal Davi Alcolumbre. Disponível em: <http://www.meuparlamentar.com.br/davialcolumbre>. Acesso em 17/12/2013; Portal do Tribunal Superior Eleitoral. Disponível em: <http://www.tse.jus.br>. Acesso em 17/12/2013.

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados