ALFREDO CARLOS SOARES DUTRA

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: DUTRA, Soares
Nome Completo: ALFREDO CARLOS SOARES DUTRA

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
DUTRA, SOARES

DUTRA, Soares

*militar; comte. Força Naval NE 1942-1945.

 

Alfredo Carlos Soares Dutra nasceu em Manaus no dia 4 de novembro de 1883.

Em abril de 1900 ingressou na Escola Naval, tornando-se segundo-tenente em dezembro de 1903. Serviu como ajudante de campo do general Hermes da Fonseca durante manobras realizadas pelo Exército no ano de 1906, sendo promovido a primeiro-tenente em janeiro de 1908 e a capitão-tenente graduado em dezembro de 1914.

Em conseqüência da entrada do Brasil na Primeira Guerra Mundial (outubro de 1917) foi criada em janeiro de 1918 a Divisão Naval em Operações de Guerra (DNOG) para coordenar a intervenção da Marinha brasileira no conflito. Soares Dutra participou das operações militares a bordo do navio-auxiliar Belmonte e do cruzador Rio Grande do Sul. Em 1922 serviu como adido naval à embaixada brasileira na Argentina, sendo promovido por merecimento a capitão-de-corveta em fevereiro de 1926, a capitão-de-fragata em novembro de 1932 e a capitão-de-mar-e-guerra em setembro de 1937. Quando o governo brasileiro declarou guerra aos países do Eixo (agosto de 1942), foi transferido para o comando da Força Naval do Nordeste. Junto com a IV Esquadra norte-americana, combateu os submarinos alemães que ameaçavam objetivos militares e atacavam a frota mercante brasileira, cujos navios comboiou até o fim do conflito na Europa, em maio de 1945.

Foi sucessivamente promovido a contra-almirante (janeiro de 1943), vice-almirante (outubro de 1945) e almirante-de-esquadra (1946). Nesse ano desempenhou as funções de adido naval junto às embaixadas brasileiras em Londres e Paris e, nesta cidade, foi assessor naval da delegação brasileira à Conferência de Paz. Foi promovido a almirante de cinco estrelas em 1949, quando já estava na reserva por limite de idade.

Ao longo de sua carreira militar, exerceu o comando de diversos navios e do 1º e 2º quartéis do Corpo de Marinheiros Nacionais. Foi diretor militar do Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro (então Distrito Federal) e do Depósito Naval, além de ter estado à frente do Comando Naval de Mato Grosso.

Faleceu no Rio de Janeiro em 30 de agosto de 1954.

Renato Lemos

 

 

FONTES: ANDREA, J. Marinha; MIN. MAR. Almanaque (1967); SILVA, H. 1942.

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados