Maria do Carmo do Nascimento Alves

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: ALVES, Maria do Carmo
Nome Completo: Maria do Carmo do Nascimento Alves

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:

ALVES, Maria do Carmo


*sen. SE 1999-


 

Maria do Carmo do Nascimento Alves nasceu em Cedro de São João (SE) no dia 23 de agosto de 1941, filha de João Batista do Nascimento e de Marinete Alves do Nascimento. Seu irmão, José Alves do Nascimento, foi senador por Sergipe entre 1995 e 1999.

Formou-se em direito pela Universidade Federal de Sergipe (UFS) em 1966. Casada com João Alves Filho, prefeito de Aracaju (1975-1979), três vezes governador de Sergipe (1983-1987, 1991-1995 e 2003-2007) e ministro de Interior durante o governo Sarney (1987-1990), fez carreira política vinculada à do marido. Candidatou-se pela primeira vez nas eleições de 1996 à prefeitura de Aracaju, na legenda do Partido da Frente Liberal (PFL), mas, apesar da expressiva votação que obteve, não chegou ao segundo turno, disputado por Ismael Silva, candidato do Partido dos Trabalhadores (PT), e João Augusto Gama da Silva, candidato do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), vitorioso no pleito.

Novamente candidata nas eleições de outubro de 1998, elegeu-se senadora por Sergipe na legenda do PFL. Tomou posse em fevereiro de 1999, foi vice-líder do PFL no Senado e participou da Comissão de Assuntos Sociais, da Comissão de Educação e da Comissão de Legislação Participativa. Entre fevereiro e setembro de 2003 licenciou-se do mandato para assumir o cargo de secretária de Combate à Pobreza, pasta criada por João Alves Filho, seu marido, eleito pela terceira vez governador de Sergipe em outubro de 2002. À frente da nova Secretaria, desenvolveu programas nas áreas de saúde e habitação e de combate à fome.

Em 2006, concorreu à reeleição e obteve 468.546 votos, que lhe permitiram continuar ocupando uma cadeira no Senado Federal na legislatura que se iniciou em fevereiro de 2007. Em 28 de março desse ano, o PFL aprovou em convenção nacional a mudança do nome da legenda para Democratas (DEM). No mesmo mês licenciou-se do mandato, dessa vez por motivo de saúde, para submeter-se a uma cirurgia. Foi substituída por seu primeiro suplente, Virgílio José de Carvalho Neto, filiado ao Partido Social Cristão (PSC).

Iniciou novo exercício como senadora em 2009, pelo DEM.

Como empresária, atuou nos setores da construção civil e de comunicação, e presidiu a Habitacional Construções S/A e o Sistema de Rádio e Televisão Aracaju S/A.

Teve três filhos com João Alves Filho.

 

Letícia Nunes de Moraes

 


FONTES: Estado de S. Paulo (26/3/08); Folha de S. Paulo (1/10/06; 28/3/07; 5/10/08);

Portal do Senado Federal. Disponível em: <http://www.senado.gov.br>, acesso em 30 set 2013.

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados