ANTONIO MARTINS ANNIBELLI

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: ANNIBELLI, Antônio (filho)
Nome Completo: ANTONIO MARTINS ANNIBELLI

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:

ANNIBELLI, Antônio

*dep. fed. PR 1975-1983.

 

Antônio Martins Annibelli nasceu em Clevelândia (PR) no dia 14 de novembro de 1943, filho de Antônio Annibelli, deputado federal pelo Paraná de 1963 a 1975, e de Jacira Martins Annibelli.

Iniciou suas atividades profissionais como funcionário da Assembleia Legislativa do Paraná em 1961 na carreira de oficial legislativo, tendo atingido o cargo de procurador do Poder Legislativo na mesma instituição após sucessivas promoções. Formou-se pela Faculdade de Direito de Curitiba em 1968.

Em novembro de 1974, elegeu-se deputado federal pelo Paraná na legenda do Movimento Democrático Brasileiro (MDB), partido de oposição ao regime militar vigente no país desde abril de 1964 e ao qual seu pai também pertencia. Iniciou o mandato em fevereiro do ano seguinte, tendo integrado durante toda a legislatura as comissões de Agricultura e Política Rural e de Desenvolvimento da Região Sul, das quais foi vice-presidente respectivamente em 1975 e 1978. Foi também suplente da Comissão de Serviço Público entre 1975 e 1979.

Em novembro de 1978, reelegeu-se na legenda do MDB. Empossado em seu segundo mandato em fevereiro de 1979, com a extinção do bipartidarismo (29/11/1979) e a consequente reorganização partidária, ingressou no Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), agremiação que deu continuidade ao MDB. Suplente da Comissão do Interior em 1979, tornou-se titular em 1981. Nesse último ano, foi suplente da Comissão de Agricultura e Política Rural. Deixou a Câmara dos Deputados ao final da legislatura, em janeiro de 1983, após disputar com êxito, na eleição de novembro de 1982, uma vaga de deputado estadual na legenda do PMDB.

Empossado em fevereiro de 1983 na Assembleia Legislativa paranaense, nesse mesmo ano foi eleito presidente do Fundo Estadual de Previdência do Parlamentar e membro efetivo do diretório regional do PMDB. Em 1985 participou do Colégio Eleitoral que se reuniu em 15 de janeiro no Congresso Nacional para a eleição presidencial de Tancredo Neves e José Sarney. Reeleito em 1986, no ano seguinte foi escolhido presidente da Assembleia. Em 1988 trocou de legenda, ingressando no Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), e foi novamente reeleito deputado estadual em 1990, como o mais votado de seu partido no estado. Em 1991 foi eleito vice-presidente da União Parlamentar Interestadual (UPI) e em 1992 assumiu a liderança do PSDB na Assembleia.

Em maio de 1993 transferiu-se ao Partido Progressista (PP), e em outubro de 1994 obteve nessa legenda seu quarto mandato de deputado estadual. Em 1998 retornou ao PMDB, e em outubro foi mais uma vez reeleito, iniciando em fevereiro de 1999 seu quinto mandato consecutivo. Durante a legislatura votou favoravelmente ao projeto de lei de iniciativa popular que impedia a venda da Companhia de Energia Elétrica do Paraná (Copel) pelo governo de Jaime Lerner, que acabou sendo derrotado em tumultuada votação na Assembleia Legislativa em 20 de agosto de 2001, por 27 votos contra 26. Embora o projeto tenha sido derrotado, a privatização da empresa estatal paranense acabou não se consumando em virtude dos atentados de 11 de setembro de 2001 e a subsequente falta de compradores para a companhia, o que acabou sendo interpretado pela opinião pública como uma vitória do movimento contra a privatização da Copel.

Em 2002 concorreu novamente a deputado estadual na legenda do PMDB e obteve a primeira suplência. Voltou à Assembleia em fevereiro de 2003, em decorrência da licença do titular Caito Quintana (PMDB), que se licenciou para assumir a chefia da Casa Civil do governo de Roberto Requião. Reeleito em outubro 2006, iniciou novo mandato em fevereiro do ano seguinte e foi eleito primeiro vice-presidente da Assembleia por ampla maioria de votos.

Casou-se com Iara Baggio Annibelli, com quem teve quatro filhos.

 

FONTES: ASSEMB.LEG.PR. Disponível em: http://www.alep.pr.gov.br>. Acesso em: 12 out. 2009; CÂM. DEP. Deputados brasileiros. Repertório (1975-1979); Folha de Londrina (1/2/07); INF. BIOG.; NÉRI, S. 16; Perfil (1980); VIG. DA DEM. Disponível em: <http://www.vigilantesdademocracia.org.br>. Acesso em: 12 out. 2009.

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados