Arthur do Oliveira Maia da Silva

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: MAIA, Arthur
Nome Completo: Arthur do Oliveira Maia da Silva

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:

MAIA, Arthur

* dep. fed. BA 2011-2015

 

Arthur do Oliveira Maia da Silva nasceu em Salvador (BA) em 17 de agosto de 1964, filho de Roberto Maia da Silva e Lícia Margarida Oliveira da Silva.

Graduou-se em Direito pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), no ano de 1987, além de ter defendido dissertação de mestrado em Direito Econômico pela UFBA, em 2002 e cursado pós-graduação em Gestão Estratégica de Negócios pela Universidade da Pensilvânia, nos EUA.

Iniciou sua vida profissional atuando em um escritório de advocacia nas áreas empresarial e tributária, tendo sido membro do mesmo de 1984 à 1986. Nos dois anos subsequentes foi assessor da vice-governadoria do Estado da Bahia. Em 1998, passou a exercer a advogacia na cidade de Guanambi (BA).

Passou a atuar na política na mesma cidade, em 1989, quando foi eleito vereador pelo Partido Democrático Cristão (PDC) e presidiu a Câmara de Vereadores da cidade até 1990, quando então migrou para o Partido da Mobilização Democrática Brasileira (PMDB). Neste mesmo ano interrompeu aquele mandato para candidatar-se e eleger-se deputado estadual na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA).

Exerceu o mandato nos anos de 1991 e 1992, quando renunciou para concorrer ao cargo de prefeito do município de Bom Jesus da Lapa (BA). Foi eleito e esteve à frente do executivo municipal até 1996. No pleito subsequente, de 1998, entretanto, tornou a buscar mandato na ALBA, mas então como membro dos quadros do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), ao qual havia se filiado em 1997. Obteve êxito com 18.842 e foi empossado em 1999.

Em 2000, porém, licenciou-se para concorrer ao cargo de prefeito da capital baiana. Neste tento, recebeu 30 mil votos, insuficientes para bater o candidato Antônio Imbassahy, eleito pelo Partido da Frente Liberal (PFL). Deu prosseguimento, assim, ao mandato na ALBA, tendo inclusive sido reeleito em 2002. Porém, mais uma vez licenciou-se da atividade parlamentar, então para disputar o pleito municipal de 2004, quando foi eleito vice-prefeito da cidade de Bom Jesus da Lapa, em chapa encabeçada pelo seu irmão.

De volta ao PMDB, novamente disputou pleito na condição de candidato principal em 2010, quando concorreu a uma vaga na Câmara dos Deputados e foi eleito com 74 mil votos. Empossado então no Legislativo Federal em Fevereiro de 2011, integrou, como titular, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJC), da qual inclusive foi vice-presidente. Em 2013, mudou novamente de partido, tendo deixado o PMDB para ingressar no recém-fundado Solidariedade (SD).

Casou-se com Andréa Maron Maia e teve dois filhos.

 

Leonardo Rocha

 

FONTES: Portal da Assembleia Legislativa do Estado da Bahia. Disponível em: <http://www.al.ba.gov.br/>. Acesso em 29/10/2013; Portal da Câmara dos deputados. Disponível em: <http://www.camara.leg.br/>. Acesso em 29/12/2013; Portal pessoal do deputado. Disponível em: <http://www.arthuroliveiramaia.com.br/>. Acesso em 29/12/2013; Portal do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Disponível em: <http://www.tre-ba.jus.br/>. Acesso em 05/10/2015; Portal do Tribunal Superior Eleitoral. Disponível em: <http://www.tse.jus.br/>. Acesso em 05/10/2015.

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados