AUGUSTO DA SILVA LUCENA

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: LUCENA, Augusto
Nome Completo: AUGUSTO DA SILVA LUCENA

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
LUCENA, AUGUSTO

LUCENA, Augusto

*dep. fed. PE 1971 e 1979-1983.

 

Augusto da Silva Lucena nasceu em Guarabira (PB) no dia 14 de fevereiro de 1916, filho de José da Silva Pereira Lucena e de Maria de Sampaio Lucena. Pelo lado paterno pertencia à família de Henrique Pereira de Lucena, barão de Lucena, que no Império presidiu várias províncias e foi deputado-geral e, na República, ocupou os cargos de ministro da Agricultura e da Fazenda no governo do marechal Deodoro da Fonseca (1889-1891), tornando-se depois ministro do Supremo Tribunal Federal (STF).

Formado em direito, foi de 1948 a 1951 delegado de acidentes de trânsito em Recife. Deixando esse cargo, desempenhou, de 1951 a 1954, as funções de delegado de investigações e captura e delegado de trânsito de Pernambuco.

Em outubro de 1954, elegeu-se primeiro suplente de deputado estadual em Pernambuco na legenda da Aliança Social Democrática, composta pelo Partido Social Progressista (PSP) e Partido Libertador (PL). Chegou a assumir o mandato em 1955 e nos pleitos de outubro de 1958 e de 1962 conseguiu eleger-se deputado estadual, da primeira vez na legenda do PSP e, na segunda, do Partido Democrata Cristão (PDC). Em agosto de 1963 foi eleito vice-prefeito de Recife. Após o movimento político-militar de março de 1964, que depôs o presidente da República João Goulart, e afastou de seus cargos o governador Miguel Arrais e o prefeito Pelópidas Silveira, assumiu no mesmo ano a prefeitura da capital pernambucana.

Com a extinção dos partidos políticos pelo Ato Institucional nº 2 (AI-2), de 27 de outubro de 1965, e a posterior instauração do bipartidarismo, filiou-se à Aliança Renovadora Nacional (Arena), de cujo diretório regional em Pernambuco foi vice-presidente. Em 1968 deixou a prefeitura e, no pleito de novembro desse ano, elegeu-se vereador, assumindo no ano seguinte seu mandato na Câmara Municipal.

Em novembro de 1970 elegeu-se deputado federal por Pernambuco, na legenda da Arena, deixando em janeiro de 1971 a Câmara Municipal para assumir seu mandato no Legislativo Federal. Em abril seguinte afastou-se da Câmara dos Deputados para ocupar novamente o cargo de prefeito de Recife, no qual permaneceu até 1975. Em novembro de 1976 elegeu-se outra vez vereador, assumindo seu mandato na Câmara Municipal em 1977.

Em novembro de 1978 voltou a eleger-se deputado federal por Pernambuco, na legenda da Arena. Deixando a Câmara Municipal, assumiu o novo mandato em fevereiro de 1979 e, com a extinção do bipartidarismo em 29 de novembro desse ano e a conseqüente reformulação partidária, filiou-se ao Partido Democrático Social (PDS), de apoio ao governo. Durante a legislatura foi vice-presidente da Comissão de Serviço Público e suplente da Comissão de Relações Exteriores. No pleito de novembro de 1982 tentou nova reeleição, mas conseguiu apenas uma suplência. Concluiu seu mandato em janeiro de 1983.

Fez curso da Associação de Diplomados da Escola Superior de Guerra (ADESG).

Faleceu em 22 de outubro de 1995.

Era casado com Ieda Arcoverde de Lucena, e tinha uma filha adotiva.

Publicou Aspectos da problemática do desenvolvimento de Recife (1973), Mobilização de áreas para habitação de interesse social (1973), Planejamento da Região Metropolitana de Recife (1973) e Regiões metropolitanas e desenvolvimento urbano de Recife (1974).

 

FONTES: CÂM. DEP. Deputados; CÂM. DEP. Deputados brasileiros. Repertório (1971-1975 e 1979-1983); IPC. Relação de parlamentares (1/1/92 a 18/8/98); Perfil (1980); TRIB. SUP. ELEIT. Dados (3, 4, 6 e 9).

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados