BARROS FILHO, ANTONIO EMIDIO DE

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: BARROS FILHO, Antônio Emídio de
Nome Completo: BARROS FILHO, ANTONIO EMIDIO DE

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
BARROS FILHO, ANTÔNIO EMÍDIO DE

BARROS FILHO, Antônio Emídio de

*sen. SP 1955-1956.

 

Antônio Emídio de Barros Filho nasceu em São Manuel (SP) no dia 16 de janeiro de 1904, filho de Antônio Emídio de Barros, grande proprietário de terras, e de Elisa Pereira de Barros, também pertencente à oligarquia cafeeira. Seu irmão, Ademar de Barros, foi interventor federal em São Paulo entre 1938 e 1941, governador do estado de 1947 a 1951 e de 1963 a 1966, e prefeito da capital paulista de 1957 a 1961. Seu outro irmão, Geraldo Pereira de Barros, foi deputado federal por São Paulo de 1963 a 1967.

Cursou o secundário no Colégio São Luís, em Itu (SP), e no Colégio Anchieta, em Nova Friburgo (RJ). Ingressou em seguida na Faculdade de Direito do Rio de Janeiro, mas interrompeu o curso para viajar para a Alemanha e França, onde fez diversos cursos em escolas de comércio e indústria.

Secretário particular de Ademar de Barros quando interventor federal em São Paulo (1938-1941), ingressou na vida política por seu intermédio, filiando-se em 1947 ao Partido Social Progressista (PSP), agremiação criada e presidida por Ademar que, ao tomar posse como governador em março de 1947, nomeou-o chefe da Casa Civil de São Paulo. No PSP, Antônio Emídio foi presidente do diretório distrital de São Manuel, membro da comissão executiva estadual e presidente do diretório metropolitano em São Paulo. Ainda nessa legenda, foi eleito no pleito de outubro de 1954 suplente do senador Lino de Matos, e assumiu o mandato em junho de 1955, quando este foi eleito prefeito de São Paulo. No senado, integrou as comissões de Finanças e de Segurança Nacional até abril de 1956, quando Lino de Matos retornou ao exercício do mandato.

Nas outras duas ocasiões em que seu irmão, Ademar de Barros, foi governador do estado de São Paulo (1947-1951 e 1963-1966), exerceu também a chefia da Casa Civil.

Empresário, pecuarista e cafeicultor, foi ainda diretor do Jornal da Manhã, de São Paulo.

Faleceu na cidade de São Paulo no dia 16 de dezembro de 1969.

Foi casado com Maria Antonieta Ferreira de Barros e, em segundas núpcias, com Jeanne Gasset de Barros. Do primeiro matrimônio teve seu único filho, Reinaldo Emídio de Barros, que foi prefeito de São Paulo entre 1979 e 1982. Seus sobrinhos Antônio Mendes de Barros e Ademar de Barros Filho também seguiram a carreira política. Os dois foram deputados federais por São Paulo; o primeiro entre 1963 e 1967 e o segundo de 1967 a 1983, constituinte entre 1987 e 1988, de 1987 a 1991 e, novamente, de 1995 a 1999.

 

FONTES: Eleitos; INF. BIOG.; Jornal do Brasil (16/5/82); SENADO. Dados; SENADO. Relação.

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados