BARROS, OLEGARIO MOREIRA DE

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: BARROS, Olegário Moreira de
Nome Completo: BARROS, OLEGARIO MOREIRA DE

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
BARROS, OLEGÁRIO MOREIRA DE

BARROS, Olegário Moreira de

*interv. MT 1945-1946.

 

Olegário Moreira de Barros nasceu em Corumbá, então estado de Mato Grosso e atualmente estado de Mato Grosso do Sul, no dia 6 de março de 1890.

Formou-se em ciências jurídicas e sociais pela Faculdade de Direito de São Paulo.

Exerceu as funções de delegado de polícia, chefe de polícia, diretor da Imprensa Oficial, consultor jurídico, procurador-geral, juiz de direito e secretário-geral do estado de Mato Grosso.

Na condição de desembargador, exercia a presidência do Tribunal de Justiça do estado quando foi extinto o regime do Estado Novo (1937-1945). Foi, então, nomeado, pelo presidente José Linhares, interventor federal em Mato Grosso — em substituição a Júlio Müller, com a função de presidir, no estado, as eleições para a Assembléia Nacional Constituinte, marcadas para dezembro de 1945. Empossado em novembro de 1945, desincumbiu-se de sua missão, transferindo o cargo em agosto de 1946 para José Carlos Moreira.

Membro da Academia Mato-Grossense de Letras, colaborou nos seguintes jornais de Cuiabá: O Cruzeiro, O Debate, O Republicano, Correio do Estado, O Democrata, O Momento, O Constitucionalista e O Evolucionista. Escreveu também no Diário de Corumbá, em A Tribuna e em A cidade de Corumbá e nas revistas Mato Grosso, da Academia Mato-Grossense de Letras, e A Violeta, de Cuiabá.

Morreu em Corumbá a 6 de janeiro de 1969.

 

FONTES: CORREIA FILHO, V. História; CORRESP. GOV. EST. MT; Grande encic. Delta; MENDONÇA, R. Dic.; MENDONÇA, R. História; POPPINO, R. Federal.

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados