BENTO MACHADO LOBO

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: LOBO, Bento
Nome Completo: BENTO MACHADO LOBO

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
LOBO, BENTO

LOBO, Bento

*dep. fed. MT 1979-1983.

 

Bento Machado Lobo nasceu em Cuiabá no dia 11 de março de 1930, filho do desembargador Francisco de Arruda Lobo Filho e Libânia Machado Lobo.               

Engenheiro agrônomo formado em 1952 pela Escola Superior de Agricultura da Universidade Rural de Minas Gerais, em Viçosa, no ano seguinte retornou a Mato Grosso e foi contratado pela Secretaria de Agricultura do estado, aí permanecendo até 1955.

Em 1959, assumiu a presidência do Conselho Regional do Serviço Social Rural, ocupando o cargo até 1962. Ainda nesse ano, tornou-se presidente da Federação de Agricultura de Mato Grosso. Em 1964 tornou-se superintendente e secretário executivo da Associação de Crédito e Assistência Rural. Nesse mesmo ano, assumiu a delegacia estadual do antigo Instituto Nacional do Desenvolvimento Agrário (INDA), onde permaneceu até 1967.

Em 1967, foi nomeado secretário de Agricultura do estado durante o governo de Pedro Pedrossian (1966-1971). Dois anos depois, deixou este cargo e foi nomeado prefeito de Cuiabá pelo governador Pedrossian.

Em 1970, se afastou da presidência da Federação da Agricultura e, no ano seguinte, deixou a prefeitura e também os cargos de superintendente e secretário executivo da Associação de Crédito e Assistência Rural. Transferindo-se para Porto Alegre, tornou-se diretor regional do corpo de Voluntários da Paz (U.S. Peace Corps), vinculado à embaixada norte-americana, onde permaneceu até 1974. De volta a Cuiabá, ocupou a coordenadoria do curso de tecnólogo da Universidade Federal de Mato Grosso, à frente da qual permaneceu até 1977.

Tornou-se conselheiro representante do governo mato-grossense na Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (Sudam) e na Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco), no ano de 1975, ocupando estes cargos até 1978. Entre 1977 e 1978, assumiu a coordenadoria geral dos programas especiais em Mato Grosso.

Em novembro de 1978, disputou uma vaga na Câmara dos Deputados na legenda da Aliança Renovadora Nacional (Arena), partido de sustentação do regime militar instalado no país em abril de 1964. Eleito, assumiu o mandato em 1º de fevereiro de 1979. Foi primeiro-vice-presidente da Comissão de Agricultura e Política Rural e suplente da Comissão do Interior. Com a extinção do bipartidarismo em novembro de 1979 e posterior reorganização partidária, ingressou no Partido Popular (PP). Presidente do diretório regional do PP em 1981 e início de 1982, em fevereiro deste último ano, com a incorporação do PP ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), transferiu-se para essa agremiação e tornou-se vice-presidente do diretório regional. Em novembro, concorreu à reeleição na legenda do PMDB, não obtendo sucesso. Deixou a Câmara dos Deputados em janeiro de 1983, ao final da legislatura. Não disputou nenhum outro cargo público, dedicando-se às atividades de engenheiro agrônomo.

Em 1988, filiou-se ao Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) e em 1990 tornou-se membro do diretório regional da agremiação. No ano de 1999, exerceu as funções de assessor parlamentar e perito da Justiça Federal no estado.

Faleceu em Cuiabá, no dia 7 de março de 2008.

Era casado com Marta Soares Pereira Lobo, com quem teve dois filhos.

 

FONTES: CÂM. DEP. Deputados brasileiros. Repertório (1979-1983); CURRIC. BIOG; TRIB. SUP. ELEIT. Dados (1982). INTERNET.; Portal do Senado Federal disponível em http://www.senado.gov.br/

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados