CHEMELLO, Jaime Henrique

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: CHEMELLO, Jaime Henrique
Nome Completo: CHEMELLO, Jaime Henrique

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:

CHEMELLO, Jaime Henrique

*religioso; pres. CNBB 1998-2002.

 

Jaime Henrique Chemello nasceu em São Marcos (RS) no dia 28 de julho de 1932, filho de Francisco Chemello e de Isabel Menegat Chemello.

Realizou seus estudos no Seminário São Francisco de Paula de Pelotas (RS), concluindo-o em 1951. Na cidade de Buenos Aires, fez filosofia no Seminário Pontifício de 1952 a 1954, e teologia na Pontifícia Faculdade de Teologia de 1955 a 1957.

Foi ordenado sacerdote em dezembro de 1958, na Igreja Matriz de São Marcos, por dom Antônio Zattera. Assumiu a direção da diocese, tendo sido assistente da Juventude Universitária Católica (JUC), da Juventude Estudantil Católica (JEC), da Juventude Independente Católica (JIC) e do Movimento Familiar Cristão (MFC). Em 1959, deixou o cargo de cooperador da catedral, permanecendo com as demais funções, acrescidas da de professor de religião e filosofia em colégios da cidade de Pelotas, e de capelão do Colégio Gonzaga. Deixou a Capelania do Gonzaga, no ano de 1961, e assumiu a coordenação diocesana de pastoral e a função de professor de deontologia médica na Universidade Católica de Pelotas (UCPEL). Em 1965, foi nomeado reitor do Seminário Diocesano e auxiliar da Coordenação de Pastoral, permanecendo assistente do MFC, e deixando todas as outras funções.

Sagrado bispo em abril de 1969, assumiu a função de bispo-auxiliar da diocese de Pelotas. Em novembro de 1977, pela renúncia de dom Antônio Zattera, tomou posse como bispo diocesano de Pelotas. Dois anos depois, participou da III Conferência Episcopal Latino-americana (Celam), em Puebla, no México. A conferência aconteceu entre os dias 27 de janeiro e 13 de fevereiro e foi convocado por Paulo VI (falecido antes de sua realização) e confirmado por João Paulo II que esteve presente em sua abertura. Seu tema foi: “Evangelização no presente e no futuro da América Latina”. O III Celam correspondeu a reafirmação da “opção preferencial pelos pobres” assumida pela Conferência de Medellín, em 1968. Dom Jaime teve atuação destacada na definição do eixo teológico-pastoral no documento final da conferência, e que ficou conhecido como “Documento de Puebla”: a perspectiva de comunhão e participação em toda ação evangelizadora.

Entre os anos de 1988 e 1994, coordenou a Dimensão Comunitária e Participativa da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), no setor de Vocações e Ministérios. Em 1990, participou, em Roma, do Sínodo dos Bispos sobre formação sacerdotal. Foi coordenador, de 1991 a 1994, do Departamento de Vocações e Ministérios do Celam (Conselho Episcopal Latino-americano). Em 1993, participou da IV Conferência Episcopal Latino-americana. A IV Celam aconteceu na cidade de Santo Domingo, na República Dominicana, nos dias 12 a 28 de outubro de 1992. Teve como tema a “Nova evangelização, promoção humana e cultura cristã”.

Foi eleito vice-presidente da CNBB, no ano de 1994, e participou, em Roma, do Sínodo dos Bispos sobre vida consagrada. No ano de 1997, participou também, em Roma, do Sínodo da América. Em junho de 1998, foi eleito presidente da CNBB, com mandato até 1999. No mesmo ano, foi reeleito presidente da CNBB para o período de 1999-2002.

Em 2002, dom Jaime, representando a CNBB juntamente com movimentos sociais e outras organizações da sociedade civil, propôs a realização, no mesmo ano, de um plebiscito popular sobre a adesão do Brasil à ALCA (Área de Livre Comércio das Américas). Para a entidade católica, a ALCA ameaçaria a soberania do Brasil e dos demais países da América Latina, atendendo aos interesses econômicos norte-americanos. A idéia da CNBB era promover uma consulta entre os dias 1º e 7 de setembro – a mesma data escolhida para o plebiscito sobre a dívida externa, realizado há menos de dois anos. Para o presidente da entidade, dom Jaime Henrique Chemello, os termos de adesão à área de livre comércio precisariam ser mais bem explicados à população.

Em março de 2003, dom Jaime liderou o abaixo-assinado com as propostas, reivindicações e exigências dos povos indígenas, trabalhadores rurais e excluídos da cidade de Boa Vista (RR), parte da campanha “Nós existimos”. Antes de dar início à campanha, dom Jaime Chemello visitou comunidades, na terra indígena Raposa/Serra do Sol, e encontrou-se com representantes dos movimentos populares.

Em 2005, foi eleito presidente da Comissão Episcopal da Amazônia, responsável pelo projeto de evangelização da Amazônia. A comissão tinha como objetivo sensibilizar a todos para a questão amazônica e fazer com que o Brasil voltasse o seu olhar para a região e conhecesse, sobretudo, as causas do empobrecimento do povo. E ainda: aprofundar a consciência missionária, atendendo ao apelo provindo da Igreja que se encontra na Amazônia. O movimento colocava como principais objetivos formar militantes cristãos leigos da região para fortalecer a igreja missionária da Amazônia, dar maior visibilidade à Igreja no tocante aos problemas da realidade amazônica – especialmente para o desenvolvimento socioambiental da região – e criar “Centros de Formação Superior” que incentivassem campos do saber, como teologia, filosofia e outras ciências humanas e sociais.

No mesmo ano, dom Jaime foi nomeado presidente da comissão encarregada da preparação da V Conferência Geral do Episcopado Latino-americano e Caribenho e delegado da CNBB no Celam. A V Celam foi realizada, em Aparecida (SP). nos dias 13 a 31 de maio de 2007. Teve como tema “Discípulos e missionários de Jesus Cristo, para que n’Ele nossos povos tenham vida” e como lema “Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida”.

Em julho de 2009, atingiu a idade limite e apresentou sua renúncia da diocese de Pelotas ao papa Bento XVI. Foi substituído por Jacinto Bergmann.

 

Bruno Marques

Fontes:

http://www.forumdaigrejacatolica.org.br/dioceses/HistoriaDIocesePelotas.pdf (Data de acesso 15.09.2009)

http://www.ricesu.com.br/colabora/n8/index1.htm (Data de acesso 15.09.2009)

http://www.cnbb.org.br/bispos/visual/index.php?nome=Jayme%20Henrique%20Chemello (Data de acesso 15.09.2009)

http://www.arautos.org.br/view/show/5738-papa-nomeia-novos-bispo-e-arcebispo-para-dioceses-brasileiras (Data de acesso 15.09.2009)

http://noticias.cancaonova.com/noticia.php?id=271002 (Data de acesso 15.09.2009)

http://www.cir.org.br/noticias.php?id=127 (Data de acesso 15.09.2009)

http://www.midiaindependente.org/pt/blue/2002/03/20865.shtml (Data de acesso 15.09.2009)

http://www.correioriograndense.com.br/correio/edicoes/reportagem.php?cod_rep=5352 (Data de acesso 15.09.2009)

http://www.pjestigmatina.com/correio_daPJEst/paginas/2007/16.html (Data de acesso 15.09.2009)

 

 

 

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados