COIMBRA, Lelo

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: COIMBRA, Lelo
Nome Completo: COIMBRA, Lelo

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
COIMBRA, Lelo

COIMBRA, Lelo

* dep. fed. ES 2007-

 

 

                Welington Coimbra nasceu na Ilha do Príncipe, em Vitória, no dia 21 de junho de 1954, filho de Lauro Pereira Coimbra e Stela Vieira Loureiro Coimbra. Seu irmão, o advogado José Coimbra, atuou como vereador da capital capixaba no decorrer dos anos 1990, pelo Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB).

                Formado em Medicina pela Universidade Federal do Espírito Santo, instituição na qual se graduou entre 1973 e 1978, Lelo Coimbra ocupou diversos cargos na área de saúde, antes de ingressar na carreira política. De 1979 a 1981, trabalhou como médico sanitarista na cidade paulista de Embu Guaçu. Em 1982 transferiu-se para o Espírito Santo, exercendo, no período até 1987, funções na área de ações básicas, de medicina do trabalho, e chefia de ambulatório.

                Antes de tornar-se parlamentar, assumiu cargos administrativos de destaque no Espírito Santo: foi Subsecretário de Estado da Saúde (1987-1989) e Secretário da Saúde de Vitória (1993-1994), durante o mandato de Paulo Hartung (1993-1996). Em 1995, assumiu seu primeiro cargo político, eleito por voto popular como deputado estadual na legenda do PSDB. Nas eleições de 1998, foi reeleito deputado estadual, agora na legenda do Partido Popular Socialista, (PPS), cumprindo mandato até 2002. Em 1999, assumiu também o cargo de Delegado Regional do Trabalho, exercendo-o até o ano seguinte. Em 2003, já filiado ao Partido Socialista Brasileiro (PSB), tornou-se Vice-Governador do Espírito Santo, no primeiro governo Paulo Hartung (2003-2007), além de Secretário-Chefe da Casa Civil.

                Em maio de 2004, em meio às disputas por indicações e apoios para a sucessão municipal, comunicou oficialmente sua saída do PSB. Em 2005, filiou-se ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) e no mesmo ano foi nomeado Secretário de Estado de Educação, cargo que exerceu até 2006, quando foi eleito deputado federal como o parlamentar capixaba mais votado para a Câmara, com 120.821 votos.

Em 2007, ano em que se tornou Presidente do PMDB no Espírito Santo, foi empossado na Câmara dos Deputados  , tornou-se titular da Comissão Permanente de Educação e Cultura, e vice-líder do bloco parlamentar que reuniu o PMDB ao Partido Trabalhista Brasileiro PTB), o Partido Social Cristão (PSC) e o Partido Trabalhista Cristão (PTC). Em 2007 atuou também como membro nas frentes parlamentares da Saúde, do Cooperativismo e da Frente Brasil-Japão.

Entre os trabalhos legislativos de 2007 destacaram-se as intensas discussões sobre a prorrogação da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), defendida pelo governo federal. Nessa ocasião, Lelo Coimbra propôs que uma parcela do tributo fosse destinada a estados e municípios.

No pleito de outubro, que aprovou a prorrogação da cobrança por 333 votos a favor e 113 contrários, teve seu voto vencido e a proposta do governo seguiu para o Senado Federal, onde foi rejeitada. No ano seguinte, quando o tema da CPMF voltou à Câmara com o nome de Contribuição Social para a Saúde, votou contrário à maioria dos deputados, que aprovou a recriação do imposto por 259 votos a favor e 159 contra.

Em abril de 2008, exercendo papel de titular da Comissão de Cultura da Câmara e na qualidade de relator do acordo Brasil-Cuba, encaminhou voto pela rejeição do pacto que permitia a validação automática dos diplomas cubanos de medicina no território nacional. No decorrer de 2008 foi indicado ainda como membro titular da Comissão Especial de Reforma Tributária.

 

 

FONTES: Portal da Administração dos Sites do Governo do ES (http://admin.es.gov.br/scripts/dbo_curriculo; acessado em 27/12/2008); Portal da Câmara dos Deputados (http://www2.camara.gov.br/; acessado em 03/11/2008); Portal do Jornal Folha de São Paulo (http://www.folha.uol.com.br/; acessado em 03/11/2008 e 06/11/2008); Portal do Jornal O Globo (http://oglobo.globo.com/; acessado em 26/12/2008).

 

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados