CORSO, Ana

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: CORSO, Ana
Nome Completo: CORSO, Ana

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
CORSO, Ana

CORSO, Ana

* dep. fed. RS 2001-2002.

 

Ana Maria Corso nasceu em Caxias do Sul (RS) no dia 15 de outubro de 1958, filha de Pedro Ironi Corso e de Luísa Natalina Mattioda Corso.

Iniciou-se na política durante o curso universitário, filiando-se em 1981 ao Partido dos Trabalhadores (PT), do qual foi uma das fundadoras. Quatro anos depois, graduou-se em educação artística pela Universidade de Caxias do Sul (UCS), atuando, em 1986, como estilista da Indústria Têxtil Petenatti, no mesmo município. 

Em 1990, assumiu a presidência do Sindicato dos Trabalhadores da Indústria de Fiação e Tecelagem de Caxias do Sul e Região e, dois anos mais tarde, tornou-se membro da direção estadual e da Comissão de Mulheres Trabalhadoras da Central Única dos Trabalhadores (CUT), cargos que ocupou até o ano de 1996.

Em outubro deste último ano, foi eleita vereadora em Caxias do Sul na legenda do PT. Empossada em janeiro de 1997, assumiu a liderança do partido na Câmara Municipal e, neste mesmo ano, tornou-se também membro da Executiva Municipal do PT.

No pleito de outubro de 1998, candidatou-se a deputada federal pelo Rio Grande do Sul na coligação formada pelo PT, Partido Comunista Brasileiro (PCB), Partido Socialista Brasileiro (PSB) e Partido Comunista do Brasil (PCdoB), obtendo, com 26.610 votos, apenas uma suplência. No pleito de outubro de 2000, reelegeu-se à Câmara Municipal de Caxias do Sul pelo PT, assumindo sua vaga em janeiro seguinte.

Dois dias depois, entretanto, foi chamada a ocupar uma cadeira na Câmara dos Deputados no lugar do petista Valdeci Oliveira, licenciando-se com isso do mandato municipal. Ana Corso tornou-se, nesta ocasião, a primeira mulher de Caxias do Sul a exercer um mandato federal. Como deputada, foi titular das comissões de Direitos Humanos, Agricultura e Política Rural, Ciência, Tecnologia, Comunicação e Informática, e Defesa do Consumidor, Meio Ambiente e Minorias. Tomou parte ainda nas comissões especiais do Sistema Financeiro e do Plano Nacional de Cultura.

Voltando à suplência em 5 de abril de 2002, Ana Corso reassumiu em seguida seu mandato de vereadora em Caxias do Sul. Em outubro do mesmo ano, tentou novamente uma vaga de deputada federal, mas, com 60.579 votos, não obteve êxito. Reeleita vereadora pelo PT no pleito de outubro de 2004, foi empossada em janeiro seguinte.

Nas eleições de outubro de 2008, foi eleita pela quarta vez à Câmara Municipal de Caxias do Sul pelo PT, tomando posse em janeiro de 2009.

Casou-se com Pepe Vargas, com quem teve duas filhas. Vargas foi vereador (1989-1992), deputado estadual (1995-1996) e prefeito de Caxias do Sul por duas vezes (1997-2000 e 2001-2004). Em outubro de 2006 elegeu-se deputado federal pelo PT do Rio Grande do Sul para a legislatura 2007-2011.

Marcia Gomes

 

FONTES: Agência Câmara  (7/2/02). Disponível em : <http://www2.camara.gov.br>. Aces so em : 08 mar. 2009; Blog Ana Corso. Disponível em : <http://blogdaanacorso.Blog spot.com>. Acesso em : 08 mar. 2009; Folha de S.Paulo (online) 10 jul. 2001 e 15 mar. 2002. Disponível em : <http://www1.folha.uol.com.br>. Acesso em : 08 mar. 2009; Portal da Câmara dos Deputados. Disponível em : <http://www.camara.gov.br>. Acesso em : 08 mar. 2009; Portal do TRE-RS. Disponível em : <http://www.tre-rs.gov.br>. Acesso em : 08 mar. 2009; Portal do TSE. Disponível em : <http://www.tse.gov.br>. Acesso em : 08 mar. 2009.

 

 

 

 

 

 

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados