Elimar Máximo Damasceno

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: DAMASCENO, Elimar
Nome Completo: Elimar Máximo Damasceno

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
DAMASCENO, Elimar

 DAMASCENO, Elimar

*dep. fed. SP 2003-2007

 

 

Elimar Máximo Damasceno nasceu em Santa Maria do Suaçuí (MG) no dia 17 de fevereiro de 1951, filho de Joaquim Máximo da Fonseca e de Marília Damasceno Fonseca.

Formou-se pela Escola de Medicina da Santa Casa de Misericórdia de Vitória, no Espírito Santo, em 1978. Nos anos seguintes fez vários cursos de atualização no Rio de Janeiro e também em São Paulo, onde foi aluno de Enéas Carneiro, fundador do Partido da Reedificação Nacional (Prona) e candidato à presidência da República nas eleições de 1989, 1994 e 1998.

Nas eleições de 2002, elegeu-se deputado federal pelo estado de São Paulo na legenda do Prona, apesar de ter recebido apenas 484 votos. Isso foi possível porque na eleição para deputado federal é adotado o sistema proporcional, e Enéas Carneiro recebeu na ocasião mais de 1,5 milhão de votos, que foram suficientes para eleger a si próprio e a outros cinco candidatos do partido. Assumiu o mandato em fevereiro de 2003 e, com seus discursos e votos na Câmara dos Deputados, gerou polêmica em setores da sociedade civil ao se manifestar contra o aborto de anencéfalos, contra a promoção do chamado “orgulho gay”, contra o reconhecimento da prostituição como profissão, e ao defender a prática da castidade como meio seguro de prevenir as doenças sexualmente transmissíveis (DST), em lugar dos preservativos.  Votou contrariamente à reforma da previdência. Foi ainda relator da Comissão de Seguridade Social e Família.

Em 2006 candidatou-se à reeleição, novamente na legenda do Prona, e obteve uma suplência. Deixou a Câmara ao final da legislatura, em janeiro de 2007, e tornou-se chefe de gabinete de Enéas Carneiro, que foi então reeleito deputado federal e faleceu meses depois.

Não voltou a concorrer a cargos eletivos e retomou a atividade profissional médica.

Publicou de Em defesa do cristianismo, da pátria, da cultura e da família (2005).

 

Adrianna Setemy

 


FONTES: Portal da Câmara dos Deputados. Disponível em: <http://www2.camara.gov.br>. Acesso em 29/09/2009; Portal do Jornal Folha de S. Paulo. Disponível em: < http://www.folha.uol.com.br/>. Acesso em 06/10/2009.

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados