FANCHIN, DILSON

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: FANCHIN, Dílson
Nome Completo: FANCHIN, DILSON

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
FANCHIN, DÍLSON

FANCHIN, Dílson

*dep. fed. PR 1983-1987.

Dílson Fanchin nasceu em Ponta Grossa (PR) no dia 22 de dezembro de 1940, filho de Ângelo Fanchin e de Lídia Heneberg Fanchin.

Bacharel em ciências contábeis pela Faculdade de Ponta Grossa (PR), ingressou na vida pública em novembro de 1970, elegendo-se vereador na legenda da Aliança Renovadora Nacional (Arena), partido de sustentação do regime militar instaurado no país desde abril de 1964. Reeleito em novembro de 1972, foi segundo-secretário e primeiro-secretário, em 1976, alcançando no ano seguinte a vice-presidência e a presidência da Câmara Municipal.

Com a extinção do bipartidarismo em 29 de novembro de 1979, e a consequente reformulação partidária, filiou-se ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB). Membro do diretório nacional do partido, em novembro de 1983 assumiu o cargo de deputado federal no lugar do titular Maurício Fruet (PMDB), que foi nomeado prefeito de Curitiba.  Titular da Comissão do Interior, na sessão de 25 de abril de 1984 votou a favor da emenda Dante de Oliveira, que previa eleições diretas para presidente da República. Derrotada a proposição — faltaram 22 votos para que fosse levada à apreciação do Senado — no Colégio Eleitoral, reunido em 15 de janeiro de 1985, Dílson Fanchin apoiou o candidato oposicionista Tancredo Neves, eleito pela Aliança Democrática, uma união do PMDB com a dissidência do Partido Democrático Social (PDS) abrigada na Frente Liberal. Doente, Tancredo Neves não chegou a ser empossado, vindo a falecer em 21 de abril de 1985. Seu substituto foi o vice José Sarney, que já vinha exercendo o cargo interinamente desde 15 de março deste ano.

Fanchin participou do Congresso de Transportes Marítimos, realizado em Manaus (1985), e do Congresso Sul-Americano de Transportes, em Buenos Aires, Argentina (1986). Titular das comissões de Transportes, Obras Públicas e de Redação e vice-presidente da Comissão de Segurança, candidatou-se a deputado federal constituinte em novembro de 1986, obtendo uma suplência. Deixou a Câmara ao término da legislatura, em janeiro do ano seguinte.

Membro do conselho fiscal da Companhia de Habitação do Paraná, no governo de Álvaro Dias (1987-1991), filiou-se ao Partido Democrático Trabalhista (PDT) em 1988 e em outubro de 1990 voltou a disputar uma vaga na Câmara, ficando mais uma vez entre os suplentes.

Afastado da política, dedicou-se ao seu escritório de contabilidade, em Ponta Grossa, onde veio a falecer em 2001.

Solteiro, não teve filhos.

FONTES: CÂM. DEP. Deputados. Repertório (1983-1987); INF. BIOG.

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados