GRIMALDI RIBEIRO DE PAIVA

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: RIBEIRO, Grimaldi
Nome Completo: GRIMALDI RIBEIRO DE PAIVA

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
RIBEIRO, GRIMALDI

RIBEIRO, Grimaldi

*dep. fed. RN 1963, 1964, 1965 e 1966-1975.

 

Grimaldi Ribeiro de Paiva nasceu em Natal no dia 29 de maio de 1928, filho de Francisco Ribeiro de Paiva e de Taurina Navarro Ribeiro de Paiva.

Bacharelou-se em ciências jurídicas e sociais pela Faculdade de Direito de Recife, tornando-se posteriormente professor universitário.

Em 1953, durante o governo de Getúlio Vargas (1951-1954), assumiu a chefia do Serviço Parlamentar da Presidência da República e, no ano seguinte, foi colaborador de assistência técnica do Ministério de Educação e Cultura. Em 1956, deixando o Serviço Parlamentar da Presidência, tornou-se procurador do Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores do Estado (IPASE).

Assumindo a Secretaria de Educação e Cultura de seu estado em 1958, no ano seguinte foi aos Estados Unidos a convite do Departamento de Estado Norte-Americano. Nesse país fez cursos intensivos nas universidades de Wisconsin, Chicago, Michigan e Illinois, promovidos pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (INEP) e o Institute of Inter-American Affairs, ligado ao Ponto IV. De volta ao Rio Grande do Norte, em 1961 foi presidente do Conselho Estadual de Educação e Cultura e membro consultivo da Comissão Estadual de Desenvolvimento. Em 1962 deixou a Secretaria de Educação e Cultura de seu estado para assumir a do Interior e Justiça.

Ainda em outubro deste último ano candidatou-se a deputado federal pelo Rio Grande do Norte, na legenda da Cruzada da Esperança, coligação formada pelo Partido Social Democrático (PSD) e o Partido Democrata Cristão (PDC), alcançando a segunda suplência. Ocupou uma cadeira na Câmara em junho de 1963, em agosto de 1964 e novamente em março de 1965. Tornando-se neste último ano chefe de gabinete do presidente do IPASE. Já após o movimento político-militar de 31 de março de 1964, com a extinção dos partidos políticos pelo Ato Institucional nº 2 (27/10/1965) e a posterior instauração do bipartidarismo, filiou-se ao partido de apoio ao regime militar, a Aliança Renovadora Nacional (Arena). Voltou à Câmara em março de 1966 e em novembro desse mesmo ano deixou o IPASE. Ainda em novembro elegeu-se deputado federal por seu estado, já na legenda da Arena, tornando-se vice-presidente de várias comissões parlamentares de inquérito (CPIs) e membro das comissões Especial de Elaboração da Legislação Específica sobre a Televisão, de Constituição e Justiça, de Educação e Cultura e de Relações Exteriores da Câmara.

Reeleito em novembro de 1970 ainda na legenda da Arena, passou a integrar a Comissão de Serviço Público e foi suplente da Comissão do Polígono das Secas, tornando-se, a partir de maio de 1971, vice-líder da bancada de seu partido na Câmara. Novamente candidato no pleito de novembro de 1974, sempre na legenda da Arena, alcançou apenas uma suplência, deixando a Câmara em janeiro de 1975.

Faleceu no Rio de Janeiro no dia 2 de julho de 1993.

Era casado com Selma Dantas.

 

FONTES: CÂM. DEP. Deputados; CÂM. DEP. Deputados brasileiros. Repertório (1967-1971 e 1971-1975); CÂM. DEP. Relação nominal dos senhores; IPC. Relação dos parlamentares (1/1/92 a 18/8/98); NÉRI, S. 16; Perfil (1972); TRIB. SUP. ELEIT. Dados (6, 8 e 9).

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados