GUIMARAES, MARIO DA COSTA

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: GUIMARÃES, Mário da Costa
Nome Completo: GUIMARAES, MARIO DA COSTA

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
GUIMARÃES, MÁRIO DA COSTA

GUIMARÃES, Mário da Costa

*diplomata; encar. neg. Bras. EUA 1939.

Mário da Costa Guimarães nasceu na cidade de São Paulo no dia 24 de dezembro de 1902.

Ingressou na carreira diplomática, tornando-se segundo-secretário por concurso em 1923. No ano seguinte foi designado conselheiro da embaixada especial à posse do presidente do Paraguai e, em março de 1926, novamente em Assunção, tornou-se encarregado de negócios. Em agosto desse ano foi transferido para Washington, onde permaneceu até março de 1927. De junho a setembro desse ano foi encarregado de negócios na cidade de Havana, em Cuba, função que voltou a desempenhar de abril a junho de 1928 em Bogotá, na Colômbia. Ainda em 1928 foi adido à delegação brasileira à VI Conferência Internacional Americana e, em setembro de 1929, deixou o posto em Bogotá.

Em 1931 foi removido para Haia, na Holanda, e, em outubro do ano seguinte, foi transferido para Copenhague, na Dinamarca. Um mês depois requisitou disposição inativa por dois anos, retornando ao exercício de suas funções em fevereiro de 1934. Em março desse ano foi designado para a Secretaria Geral do Itamarati no Rio de Janeiro, então Distrito Federal, onde trabalhou no serviço de ligação entre o Ministério das Relações Exteriores e os demais ministérios ou repartições federais, estaduais e municipais. Ainda em 1934 tomou parte na comissão de recepção ao presidente do Uruguai. Removido para Praga, na Tchecoslováquia, aí exerceu a função de encarregado de negócios de setembro de 1936 a fevereiro do ano seguinte.

Foi promovido a primeiro-secretário por antigüidade em abril de 1938, sendo transferido para Washington em novembro do mesmo ano. Aí desempenhou a função de encarregado de negócios de janeiro a fevereiro de 1939. Em janeiro do ano seguinte foi designado para Viena, na Áustria, aí permanecendo até fevereiro de 1942. De volta ao Brasil, serviu no Ministério das Relações Exteriores de julho de 1942 a outubro de 1944, sendo em seguida transferido para Paris, onde foi encarregado de negócios de julho a agosto de 1945. Promovido a conselheiro em maio de 1946, em julho desse ano integrou a delegação brasileira à Conferência de Paz em Paris e tornou-se novamente encarregado de negócios na capital francesa. Delegado do Brasil ao Conselho Consultivo Marítimo Provisório realizado em Paris em maio de 1947, deixou o cargo de encarregado de negócios em julho seguinte, voltando a ocupá-lo em março de 1948. Nesse mesmo mês foi promovido a ministro-conselheiro, sendo removido para Londres, onde, entre julho de 1948 e setembro de 1949, desempenhou mais uma vez a função de encarregado de negócios.

Em fevereiro de 1950 retornou ao Ministério das Relações Exteriores no Rio de Janeiro e no mês seguinte exerceu a chefia de sua Divisão Cultural. Em dezembro foi delegado brasileiro à I Conferência Regional de Comissões Nacionais da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), realizada em Havana. Participou da comissão organizadora do I Congresso da União Latina, realizado no Rio de Janeiro em outubro de 1951 e, em novembro desse ano, representou o Ministério das Relações Exteriores na junta executiva central do Conselho Nacional de Estatística.

Diplomou-se pela Escola Superior de Guerra (ESG) em 1954 e, em fevereiro do ano seguinte, foi promovido a ministro de primeira classe, tornando-se embaixador ainda em junho de 1955 em São José, na Costa Rica. Em maio de 1958 integrou a delegação brasileira à posse do presidente desse país, que deixou em março de 1960. Em setembro desse mesmo ano, novamente na Costa Rica, foi delegado do Brasil à IV Reunião de Consultas dos ministros das Relações Exteriores dos Estados Americanos.

FONTES: GUIMARÃES, A. Dic.; MIN. REL. EXT. Anuário (1961).

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados