Heleno Augusto de Lima

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: DOUTOR HELENO
Nome Completo: Heleno Augusto de Lima

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:

DOUTOR HELENO

*dep. fed. RJ 1999-2007

 

Heleno Augusto de Lima nasceu na cidade de Campina Grande (PB) no dia 25 de abril de 1940, filho de Sebastião Gonçalves de Lima e de Maria Augusta de Lima.

Aos seis anos de idade, saiu da Paraíba com a família e mudou-se para o município de Duque de Caxias, no estado do Rio de Janeiro. Foi vice-presidente da União Caxiense de Estudantes (UCE) de 1960 a 1962, diretor da Associação Comercial e Industrial de Duque de Caxias de 1968 a 1974, e fundou o Rotary Clube Nilo Peçanha em 1969. Formou-se técnico em contabilidade no Colégio Duque de Caxias em 1971 e bacharelou-se em direito na Universidade Gama Filho (UGF), no Rio de Janeiro, em 1976.

Em 1990 filiou-se ao Partido Socialista Brasileiro (PSB) e tornou-se assessor da Câmara Municipal de Duque de Caxias. Em 1991 transferiu-se para o Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB). Foi diretor de ética do partido de 1991 a 1995 e procurador da Câmara Municipal de 1992 a 1996. Nesse último ano, tornou-se presidente do Instituto de Previdência dos Servidores Públicos do Município de Duque de Caxias (IPMDC) e vice-presidente do PSDB de Caxias, cargos que ocupou até 1998.

Em outubro de 1998 foi eleito deputado federal pelo estado do Rio de Janeiro na legenda do PSDB com 139.219 votos. Assumiu o mandato em fevereiro de 1999 e foi escolhido vice-líder do PSDB. Nos anos de 2000 e 2001, atuou como vice-líder do bloco formado pelo PSDB e pelo Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) na Câmara dos Deputados. Em 2002, representou a Câmara em uma reunião executiva em Florença, na Itália, com representantes da empresa Neuma Laser, para tratar do projeto de implantação de uma fábrica de máquinas para gravação e corte a laser no Parque Tecnológico de Xerém, do Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro).

No pleito de outubro de 2002 foi reeleito deputado federal com 68.336 votos. Assumiu o novo mandato em fevereiro de 2003 e ainda nesse ano ingressou no Partido Progressista (PP). Em 2005, filiou-se ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) e, no mesmo ano, transferiu-se para o Partido Social Cristão (PSC). Em 2006, teve seu nome envolvido, por engano, no “escândalo dos sanguessugas”, que envolvia parlamentares e diretores da empresa Planam acusados de integrar um esquema de compra de ambulâncias superfaturadas. Na comissão parlamentar de inquérito (CPI) instaurada para investigar o caso, foi absolvido depois de provar que o deputado citado nas gravações da Polícia Federal era o bispo Heleno Silva, de Sergipe, que apresentara emenda para a compra de uma ambulância para o município de Poço Redondo, sua base eleitoral. A confusão se deu por causa do relatório enviado à Polícia Federal pelo Ministério Público de Mato Grosso, onde constava apenas o nome “Heleno”. Durante a legislatura integrou a Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização, e ainda as comissões de Desenvolvimento Urbano e Interior, de Fiscalização Financeira e Controle, de Legislação Participativa, e de Minas e Energia.

Em outubro de 2006, disputou a reeleição na legenda do PSC e obteve uma suplência. Deixou a Câmara ao final do mandato, em janeiro de 2007.

Em 2011, migrou para o Partido Progressista (PP), pelo qual candidatou-se a vereador de Duque de Caxias nas eleições municipais do ano seguinte, tendo obtido uma suplência.

Foi ainda juiz de paz e realizou cerca de mais de 16 mil casamentos na comarca de Caxias. Presidiu também os XXVIII, XXIX e XXX congressos da Associação Brasileira de Instituições de Previdência e Assistência Estaduais e Municipais (ABIPEM).

 

 

FONTES: Jornal do Brasil (16/07/2002); Portal da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro. Disponível em: <http://www.alerj.rj.gov.br/>. Acesso em 28/10/2009; Portal da Câmara dos Deputados. Disponível em: <http://www.camara.gov.br/>. Acesso em 28/10/2009; Portal do Congresso em Foco. Disponível em: <http://congressoemfoco.%20ig.com.br/>. Acesso em 28/10/2009; Portal do Tribunal Regional Eleitoral – RN. Boletim eleitoral. Disponível em: <http://www.tre-rn.gov.br/>. Acesso em 28/10/2009; Portal do Tribunal Superior Eleitoral. Disponível em: <http://www.tse.gov.br/>. Acesso em 28/10/2009 e 26/08/2013.

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados