Jorge VI Lamenha Lins

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: JORGE VI
Nome Completo: Jorge VI Lamenha Lins

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:

JORGE VI

*dep. fed. AL 2005 e 2006-2007

 

Jorge VI Lamenha Lins nasceu em Maceió no dia 20 de julho de 1961.

Em 1975, com 14 anos, obteve uma bolsa de estudos do Banco do Nordeste do Brasil (BNB), tornando-se o mais jovem estagiário da instituição. Bacharelou-se em ciências contábeis pelo Centro de Estudos Superiores de Maceió (Cesmac) e seguiu carreira no funcionalismo público, como servidor da Caixa Econômica Federal, do BNB e do Banco do Brasil, onde trabalhou por 14 anos.

Iniciou sua trajetória política em 1992, ao eleger-se vereador em Maceió na legenda do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB). Reelegeu-se nos pleitos de 1996 e 2000, e em 2002, com o apoio dos senadores Teotônio Vilela Filho e Renan Calheiros, concorreu a uma vaga na Câmara dos Deputados, obtendo uma suplência. Nas eleições de outubro de 2004, candidatou-se a vice-prefeito de Maceió na chapa encabeçada por José Wanderley Neto, apoiada pela coligação do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) com o PSDB, o Partido dos Aposentados da Nação (PAN) e o Partido da Reedificação da Ordem Nacional (Prona). Com a derrota, retornou à Câmara dos Vereadores e cumpriu o restante do mandato, até janeiro de 2005.

Entre maio e setembro de 2005 ocupou a vaga de deputado federal decorrente do afastamento do titular Helenildo Ribeiro e participou como membro titular da Comissão Permanente de Minas e Energia. Ainda nesse ano, filiou-se ao Partido Social Cristão (PSC). Exerceu mais uma vez o mandato de deputado federal de junho a outubro de 2006, durante nova licença de Helenildo Ribeiro. Nesse último mês, disputou uma vaga na Assembleia Legislativa de Alagoas na legenda do PSC, obtendo uma suplência. Com o falecimento do titular do mandato, em dezembro de 2006 foi efetivado deputado federal e deixou a Câmara em janeiro de 2007, ao final da legislatura.

Nas eleições de 2008 concorreu ao cargo de vereador em Maceió, mas não foi eleito. Em novembro do mesmo ano, assumiu o cargo de assessor especial do gabinete do governador Teotônio Vilela Filho. Em março seguinte foi nomeado secretário adjunto de Esporte de Alagoas. Foi ainda presidente do diretório municipal do PSC.

Nas eleições de 2010 concorreu ao cargo de deputado federal, pelo PSC, mas obteve apenas uma suplência.

No final de 2011 deixou o PSC e se filiou novamente ao PSDB, pelo qual candidatou-se para vereador de Maceió nas eleições do ano seguinte, mas não obteve êxito.

Entre 2010 e 2013, foi presidente do Centro Sportivo Alagoano (CSA).

 

 

FONTES: Portal Alagoas em Tempo Real. Disponível em: <http://www.alemtemporeal.com.br>. Acesso em 15/08/2009; Portal da Câmara dos Deputados. Disponível em: <http://www2.camara.leg.br/>. Acesso em 15/08/2009; Portal da Câmara Municipal de Maceió. Disponível em: <www.camarademaceio.al.gov.br>. Acesso em 06/08/2013; Portal do Centro Sportivo Alagoano. Disponível em: <http://www.centrosportivoalagoano.com>.  Acesso em 06/08/2013; Portal do Governo de Alagoas. Disponível em: <http://www.governo.al.gov.br/>. Acesso em 15/08/2009; Portal do Tribunal Superior Eleitoral. Disponível em:<www.tse.jus.br/> acesso em 15/08/2009 e 06/08/2013.

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados