JOSE LUDOVICO DE ALMEIDA

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: ALMEIDA, Ludovico de
Nome Completo: JOSE LUDOVICO DE ALMEIDA

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
ALMEIDA, LUDOVICO DE

ALMEIDA, Ludovico de

*gov. GO 1955-1959; dep. fed. GO 1963-1967.

 

José Ludovico de Almeida nasceu em Itaberaí (GO) no dia 6 de fevereiro de 1906, filho de Francisco Ludovico de Almeida e Eva Vieira de Almeida. Entre seus familiares, encontravam-se seu primo Mauro Borges, deputado federal e governador de Goiás, e seu tio, Pedro Ludovico Teixeira, que foi integrante da Aliança Liberal e participou da Revolução de 1930, passando, a partir de então, a exercer um domínio político no estado de Goiás que durou quase 40 anos: como interventor (1930-1935; 1937-1945), governador (1935-1937; 1951-1954), constituinte (1946) e senador (1946-1951; 1955-1969).

Formou-se farmacêutico em 1925 pela Faculdade de Farmácia e Odontologia de Goiás e ingressou na vida política ao participar do governo de Pedro Ludovico Teixeira, logo após a Revolução de 1930.

Em 1933 foi eleito deputado estadual constituinte. Com a promulgação da Constituição, retornou aos trabalhos ordinários da Assembléia Legislativa até 1937, quando foi instaurado o Estado Novo.

Em 1938 foi nomeado prefeito de Itaberaí, exercendo o cargo até 1940, quando tornou-se secretário de Fazenda de Goiás, função que desempenhou até 1945, ano em que ocorreu a redemocratização do país.

Nas eleições de janeiro de 1947 candidatou-se ao governo de Goiás na legenda do Partido Social Democrático (PSD), mas foi derrotado por Jerônimo Coimbra Bueno. Entre 1951 e 1954, voltou a ocupar o posto de secretário de Fazenda de Goiás, sob a gestão de Pedro Ludovico.

Em outubro de 1954 renovou sua candidatura e dessa vez foi eleito governador do estado na legenda do PSD. Exerceu seu mandato de 31 de janeiro de 1955 a 31 de janeiro de 1959, sucedendo a Bernardo Saião, que completava o mandato de Pedro Ludovico, e sendo substituído por José Feliciano Ferreira.

Em outubro de 1960 concorreu pela terceira vez ao governo do estado, dessa vez na legenda da coligação do Partido Social Progressista (PSP) com a União Democrática Nacional (UDN), mas foi derrotado por Mauro Borges, candidato do PSD.

Em 7 de outubro de 1962 sua candidatura à Câmara dos Deputados foi lançada por uma coligação formada pelo PSP, a UDN e o Partido Democrata Cristão (PDC). Eleito, iniciou seu mandato em 1º de fevereiro de 1963. Com a extinção dos partidos políticos pelo Ato Institucional nº 2 (27/10/1965) e a posterior instauração do bipartidarismo, filiou-se à Aliança Renovadora Nacional (Arena), partido de apoio ao regime militar instaurado no país em abril de 1964. Encerrou seu mandato em 31 de janeiro de 1967.

Em 1968 ocupou, mais uma vez, a Secretaria de Fazenda de Goiás, no governo de Otávio Laje Siqueira (1965-1971), da Arena, deixando o cargo ao final do mandato do governador.

Faleceu em Goiânia no dia 25 de agosto de 1989.

Era casado com Iracema Caldas de Almeida, com quem teve um filho.

 

FONTES: CÂM. DEP. Anais; CÂM. DEP. Deputados brasileiros. Repertório (1963-1967); Grande encic. Delta; Legislativo em Goiás (2); TEIXEIRA, P. Memórias; TRIB. SUP. ELEIT. Dados (6 e 7).

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados