JUAREZ, Jurandil

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: JUAREZ, Jurandil
Nome Completo: JUAREZ, Jurandil

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
JUAREZ, Jurandil

JUAREZ, Jurandil

* dep. fed. AP 1999-2003; 2007-

 

                Jurandil dos Santos Juarez nasceu na cidade de Afuá (PA), no dia 12 de março de 1950, filho de Heráclito Juarez Filho e Raimunda Pureza Juarez.

                Formou-se em economia na Faculdade de Ciências Econômicas, Contábeis e Atuariais, da Universidade Federal do Pará, no ano de 1972. Complementando os estudos, terminou o mestrado em desenvolvimento agrícola pela Fundação Getúlio Vargas no ano de 1978.

                Filiou-se ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) no ano de 1982 e iniciou sua carreira política elegendo-se  vereador por Macapá nas eleições de 1985.

                No ano de 1990 saiu do PMDB e se filiou ao Partido Liberal (PL), onde permaneceu durante um ano, retornando à antiga agremiação em 1991.

                Obtevo novo mandato de vereador por Macapá nas eleições de 1996, e o exercer de janeiro de 1997 até 1998, quando deixou a Câmara Municiapal para concorrer às eleições para deputado federal, sendo bem sucedido, com 4,37% dos votos. Foi apoiado então por uma coligação que uniu ao PMDB outras nove legendas.

                Nessa legislatura, foi titular da Comissão da Amazônia e Desenvolvimento Regional, entre os anos de 1999 e 2001. Também foi titular da Comissão de Economia, Indústria e Comércio até o ano de 2002. 

                Tentou se reeleger no pleito de 2002, mas só obteve uma suplência.  Nesse ano foi Secretário Estadual de Indústria e Comércio no governo de Dalva Figueiredo (abril a dezembro de 2002), do Partido dos Trabalhadores (PT). Também participou como Secretário de Estado e Planejamento, Orçamento e Tesouro no governo de Valdez Góes, do Partido Democrático Trabalhista (PDT) (2003-2007).

Juarez Jurandil assumiu o mandato de deputado federal como suplente somente por um mês, isto é, entre 22 de fevereiro e 22 março de 2005,  substituindo temporariamente o deputado federal Coronel Alves (PL).

                Nas eleições de 2006 conseguiu retornar ao parlamento como deputado federal depois de receber 4,76% dos votos no estado. Nessa legislatura, atuou como titular nas Comissões de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio, Legislação Participativa e Direitos Humanos e Minorias.

                Foi acusado de envolvimento em fraudes encontradas na compra de medicamentos no estado do Amapá. A operação, denominada de Operação Antídoto, e comandada pela Polícia Federal, pelo Ministério Público Federal e pela Controladoria Geral da União, apurou que houve desvio nos cofres públicos e apontou o envolvimento de diversos políticos e ex-integrantes do governo de Valdez Góes (PDT), Jurandil Juarez entre eles. Negou a acusação de que seria um dos beneficiário das negociações. Entretanto, mesmo sem estar junto aos 24 indiciados pela operação, seu nome foi enviado à Procuradoria Geral da República. Por ser deputado federal, teve direito a foro privilegiado.   

               

FONTES: Folha de S.Paulo (online) 04,05 abr. e 10 ago. 2007; 12 jul. 2008. Disponível em : <http://www1.folha.uol.com.br>. Acesso em : 16 out. 2009; Folha do Amapá (online) 16 abr. 2007. Disponível em : <http:// www.folhadoamapa.com.br>. Acesso em 16 out. 2009; Portal da Câmara dos Deputados. Disponível em : <http://www.camara.gov.br>. Acesso em : 16 out. 2009; Portal do TSE. Disponível em : <http://www.tse.gov.br>. Acesso em : 16 out. 2009.

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados