JÚNIOR BETÃO

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: JÚNIOR BETÃO
Nome Completo: JÚNIOR BETÃO

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:

JÚNIOR BETÃO

*dep. fed. AC 2003-2007.

               

Edilberto Afonso de Morais Júnior, conhecido como Júnior Betão, nasceu em Rio Branco, no dia 10 de março de 1977, filho de Edilberto Afonso de Morais e de Maria Cleildes de Morais.

Ingressou, em 2001, no curso de direito na Faculdade Nilton Campos, em Manaus, mas não chegou a concluir a graduação.

Iniciou sua carreira política em 2002, ao filiar-se ao Partido Popular Socialista (PPS), por cuja legenda se elegeu deputado federal pelo Acre nas eleições daquele ano. Assumiu o mandato em fevereiro de 2003 e participou da Comissão Permanente da Amazônia, Integração Nacional e de Desenvolvimento Regional como presidente, segundo-vice-presidente, titular e suplente. Fez parte ainda, como titular, da Comissão Permanente de Defesa do Consumidor, da Comissão Permanente do Meio Ambiente e Minorias. Ainda na Câmara dos Deputados, foi vice-presidente e titular da Comissão Especial para Lotação Servidor Público, e titular da Comissão Especial de Agentes Comunitários da Saúde, da Comissão Especial para discutir o Plano Nacional de Cultura, da Comissão Especial do Programa do Primeiro Emprego, entre outras. Foi titular e presidente da Comissão Especial de Proteção dos Direitos da Juventude. Também atuou na Comissão Externa de Calamidade Pública Ji-Paraná.

Em 2005, transferiu-se para o Partido Liberal (PL). Em 2006, foi citado na investigação da Polícia Federal (PF) sobre o esquema de compra de ambulâncias superfaturadas com recursos públicos liberados por emendas parlamentares, a investigação ficou conhecida pelo nome “máfia das sanguessugas”, e provocou a instalação de uma comissão parlamentar de inquérito (CPI). O deputado negou o envolvimento, afirmando que as emendas de sua autoria não estavam relacionadas ao esquema. Em 2007, contudo, Junior Betão seria indiciado pela PF.

Concorreu à reeleição no pleito de 2006, mas obteve apenas uma suplência. Deixou a Câmara ao final do mandato, em janeiro de 2007.

 

 

FONTES: Folha de S.Paulo (online) 27 jan. 2007, 08 ago. 2009. Disponível em : <http://www1. folha.uol.com.br>. Acesso em : 05 nov. 2009; Portal da Câmara dos Deputados. Disponível em : <http://www2.camara.gov.br/deputados/index.html/loadFrame.html>. Acesso em : 05 nov. 2009.

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados