KAEFER, Alfredo

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: KAEFER, Alfredo
Nome Completo: KAEFER, Alfredo

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
KRÜGER, NIVALDO

KAEFER, Alfredo

*dep. fed. PR 2007-

 

Jacob Alfredo Stoffels Kaefer nasceu em Roque Gonzales (RS) no dia 07 de novembro de 1955 filho de Henrique Helmuth e de Maria Libória S. Kaefer.

Concluiu o curso técnico em contabilidade no Colégio La Salle em 1976 e, em seguida, formou-se em administração de empresas na Fundação Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Cascavel (Fecivel) em 1980.

A partir de meados dos anos 70, simultaneamente aos estudos universitários dedicou-se às atividades empresariais, investindo em várias empresas agroindustriais e exportadoras no interior do Paraná e tornando-se proprietário e diretor-presidente do frigorífico Diplomata Industrial e Comercial (que se tornaria a sexta maior exportadora de carne de frango no Brasil) e da Attivare Serviços de Medições Ltda., empresas atuantes na exportação de produtos agroindustriais, especialmente avicultura. Foi ainda proprietário da Kaefer Participações, controladora da Globoaves, a maior empresa brasileira no setor de ovos férteis, tendo diversificado seus investimentos nas áreas de finanças, shopping center, comunicação, insumos para agricultura, esmagamento de soja, laticínios, supermercados, combustíveis e transportes. Ao longo de seu trabalho como empresário formou um conglomerado.

Nesse período, também participou de várias entidades associativas e de representação de classe em seu estado, tendo sido presidente do Rotary Club de Cascavel entre 1987 e 1988, membro da seção paranaense do Instituto Liberal, presidente do Cascavel Esporte Clube entre 1994 e 1997, membro da Sociedade Rural do Oeste do Paraná, do Conselho Deliberativo da Associação Comercial e Industrial de Cascavel (ACIC), da Associação Brasileira de Produtores de Pintos (APINCO), da União Brasileira de Avicultura (UBA), da Associação Brasileira de Exportadores de Frango (ABEF) e, a partir de julho de 2005, presidente da Associação dos Abatedouros e Produtores Avícolas do Paraná (AVIPAR). Em sua gestão na AVIPAR a indústria paranaense de frango de corte consolidou-se como a maior do País e a segunda no ranking das exportações do Brasil, obtendo sucessivos recordes na exportação do produto. A partir de sua atuação em entidades representativas do agronegócio e dos exportadores paranaenses, iniciou suas atividades políticas filiando-se ao Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) e tornando-se presidente do diretório municipal do partido em Cascavel (PR).

No pleito de outubro de 2006 concorreu ao mandato de deputado federal pelo Paraná na legenda do PSDB. Obteve 158.659 votos, tendo sido o terceiro candidato mais votado do estado e o segundo de seu partido. Na ocasião, declarou um patrimônio de R$ 72.198.452,66 à Justiça Eleitoral e um total de gastos de campanha de R$ 2.949.964,25, tendo sido apontado pelo site Congresso em Foco como o candidato a deputado federal com maior montante de gastos na campanha eleitoral de 2006 em todo o Brasil.

Logo após assumir o mandato em fevereiro de 2007, foi um dos principais articuladores da candidatura de Gustavo Fruet à presidência da Câmara dos Deputados, que foi derrotada ainda no primeiro turno pelas candidaturas governistas de Aldo Rabelo (PCdoB) e Arlindo Chinaglia, que terminaria por se eleger presidente da Câmara no segundo turno das eleições com 261 votos contra 243 dados a seu adversário.

Durante esta legislatura foi membro titular da Comissão de Finanças e Tributação e da Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização, atuando ainda como suplente nas comissões de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, e de Fiscalização Financeira e Controle. Foi também membro da Comissão Especial de Reforma Política da Câmara dos Deputados, manifestando-se a favor da adoção do sistema eleitoral distrital misto e à proposta governista de se instituir a lista fechada e o financiamento público exclusivo das campanhas eleitorais. Foi ainda presidente da Comissão Especial de acompanhamento da Reforma Tributária.

Concentrou sua atuação parlamentar na abordagem de questões relacionadas à educação, defendendo o ensino em tempo integral nas escolas públicas e privadas, na defesa de uma reforma tributária que favorecesse a autonomia municipal, e na elaboração de propostas de desenvolvimento local com dessem maior autonomia aos agentes da comunidade com uma menor participação do Estado. Dentre as proposições que apresentou na legislatura destacam-se as Propostas de Emenda à Constituição (PECs) nº 122/07 tornando possível a participação de empresas privadas na construção de usinas nucleares, e a de nº 73/07, regulamentando a punição aos menores de 18 anos infratores e eliminando sua inimputabilidade penal. Manifestou-se ainda contra a prorrogação da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF) para financiamento dos gastos em saúde e também contra a criação de uma nova empresa estatal para explorar os recursos do pré-sal. Posicionou-se favoravelmente à PEC aumentando em cerca de 7.000 o número de vereadores nas Câmaras Municipais brasileiras.

Nesse período foi ainda coordenador do PSDB na região Oeste do Paraná e presidente do conselho fiscal do PSDB Nacional entre 2007 e 2009. Em outubro de 2009 lançou-se pré-candidato de seu partido a uma cadeira no Senado para as eleições do ano seguinte.

Foi um dos fundadores e administrador do Instituto Alfredo Kaefer, entidade sem fins lucrativos e mantida com recursos de uma de suas empresas, a Diplomata S/A Industrial e Comercial, e que tem como objetivo desenvolver e executar projetos sociais para a população mais carente no estado do Paraná.

  Casou-se com Clarice Roman com quem teve cinco filhos.

 

 

FONTES: http://www2.camara.gov.br/ (último acesso em 12/10/2009); http://www.tse.gov.br/ (último acesso em 12/10/2009); http://www.parana-online.com.br/ (último acesso em: 12/10/2009); http://www.vigilantesdademocracia.com.br/ (último acesso em: 14/10/2009); http://www.alfredokaefer.com.br/site/ (último acesso em: 14/10/2009); http://congressoemfoco.ig.com.br (último acesso em: 25/10/2009);  http://institutoalfredokaefer.com.br (último acesso em: 25/10/2009);   http://www.youtube.com/watch?v=vt5vvdBRz9U (último acesso em: 07/11/2009).

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados