KELSCH, GUSTAVO DE VIANA

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: KELSCH, Gustavo de Viana
Nome Completo: KELSCH, GUSTAVO DE VIANA

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
KELSCH, GUSTAVO DE VIANA

KELSCH, Gustavo de Viana

*diplomata; emb. Bras. Paraguai 1933-1934.

Gustavo de Viana Kelsch nasceu em Salvador, no dia 25 de agosto de 1878.

Bacharelou-se em ciências jurídicas e sociais, pela Faculdade de Direito da Bahia.

Ingressou na carreira diplomática em janeiro de 1898 como adido de legação. Tornando-se em abril de 1902 adido à missão chefiada por Joaquim Nabuco em Roma, obteve ainda nesse mês sua promoção a segundo-secretário. De julho a agosto de 1904, serviu como encarregado do consulado brasileiro em Berlim, então capital do Império alemão. Em setembro de 1911, foi nomeado encarregado de negócios do Brasil em Tóquio, no Japão, assumindo ao mesmo tempo a defesa dos negócios portugueses naquele país. Depois de representar o Brasil como embaixador extraordinário nos funerais do imperador Mutsuhito em 1912, em dezembro do ano seguinte deixou as funções que exercia no Japão. Designado em setembro de 1916 encarregado de negócios em São Petersburgo, capital da Rússia e atual Leningrado, presenciou os acontecimentos revolucionários que derrubaram o czarismo em fevereiro de 1917, e retirou-se do posto em novembro seguinte, poucos dias antes da tomada da cidade pelos bolcheviques.

Promovido a primeiro-secretário em janeiro de 1918, foi transferido posteriormente para Haia, na Holanda, lá servindo como encarregado de negócios de maio a setembro de 1920, e de março de 1921 a outubro de 1922. Em agosto de 1926, assumiu o posto de encarregado de negócios em Assunção, no Paraguai, representando ainda nesse ano o Brasil no Congresso Internacional de História e Geografia da América, realizado naquela capital. Deixou o Paraguai em janeiro de 1927.

Ministro-residente em Quito, no Equador, a partir de abril de 1928, foi encarregado dos negócios cubanos nesse país de agosto de 1928 a setembro de 1929. Promovido a ministro plenipotenciário de segunda classe em janeiro de 1931, foi nomeado em novembro de 1933 embaixador extraordinário em Assunção, desempenhando essas funções até novembro de 1934.

FONTES: GUIMARÃES, A. Dic.; MIN. REL. EXT. Almanaque (1934); MIN. REL. EXT. Anuário (1934).

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados