KEUTENEDJIAN, UBIRAJARA

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: KEUTENEDJIAN, Ubirajara
Nome Completo: KEUTENEDJIAN, UBIRAJARA

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
KEUTENEDJIAN, Ubirajara

KEUTENEDJIAN, Ubirajara 

* dep. fed. SP 1951-1955.

 

Ubirajara Keutenedjian nasceu na cidade de São Paulo no dia 3 de novembro de 1923, filho de Varam Keutenedjian e de Claudina Keutenedjian, ricos industriais de origem ar­mênia.

Estudou no Colégio Paulista, em sua  cida­de natal, e nos colégios Copacabana e Pedro II, no Rio de Janeiro, então Distrito Federal.  De volta a São Paulo, freqüentou o Colégio São Luís, onde concluiu o curso de humanida­des.  Mais uma vez na capital federal, seguiu o curso pré-jurídico do Colégio Andrews. In­gressou na Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP) e freqüentou também o Curso de Comércio Carlos de Carvalho, que não chegou a completar. Em 1946, duran­te o período em que cursava a Faculdade de Direito, foi presidente do Centro Acadêmico 11 de Agosto, tendo concluído durante sua gestão, a Casa do Estudante. Nessa época promoveu uma campanha popular de alcance nacional, com o objetivo de pressionar o Congresso Nacional em favor da exploração do petróleo. Pessoalmente, ma­nifestou-se publicamente contra o monopólio estatal do petróleo, então tema de freqüentes polêmicas políticas.

Iniciou a vida política em outubro de 1950 ao se eleger deputado federal por São Paulo na legenda do Partido Social Progressis­ta (PSP), sendo o terceiro candidato mais votado do estado.  Assumindo o mandato em fevereiro do ano seguinte, nessa legislatura foi membro das comissões de Economia e de Diplomacia da Câmara e autor de inúmeros projetos, dentre os quais se destacaram os que propu­nham a criação do Seguro Agrícola Nacional, posteriormente anexado ao programa governa­mental que instituiu o Seguro Agrícola, a criação do Fundo Nacional para a Eletricidade e o financiamento direto aos associados dos institutos de Previdência Social mediante apli­cação da quota diretamente paga pelo empre­gador. Participou da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar as causas do racionamento de energia elétrica do eixo Rio-São Paulo, explorado pela Light canadense. Apresentou diretamente ao presidente Getúlio Vargas (1951-1954) um plano de fabricação de carros no Brasil, que teve a colaboração da FIAT italiana, tendo o presidente concordado, mandando prosseguir nos trâmites legais.

No pleito de outubro de 1954 elegeu-se deputado estadual em São Paulo na legenda do Partido Social Trabalhista (PST). Concluin­do o mandato na Câmara dos Deputados em janeiro de 1955, assumiu, no mês seguinte, uma cadeira na Assembléia estadual.  Presi­dente do diretório regional de seu partido em São Paulo e vice-presidente do diretório nacional do mesmo, tornou-se vice-líder do PST na Assembléia Legislativa paulista e presidente de sua Comissão de Agricultura, integrando ainda como titular a Comissão de Educação e Cultura e, como suplente, as comissões de Assistência Social, de Indústria Comércio, de Constituição e Justiça e de Finanças.  Concorreu à reeleição em outubro de 1958, obtendo apenas uma suplência.  Deixou o Legislativo paulista em janeiro do ano seguinte.

No pleito de outubro de 1962 reelegeu-se deputado estadual em São Paulo com o apoio da Aliança Eleitoral pela Família (Alef), asso­ciação civil de âmbito nacional criada em 1962 em substituição à Liga Eleitoral Católica (LEC) com o objetivo de mobilizar o eleitora­do católico para apoiar os candidatos compro­metidos com os princípios sociais da Igreja. Durante este mandato, conseguiu incluir no orçamento do estado recursos para o planejamento e construção da rede de armazéns e silos do Estado de São Paulo e do Centro de Medicina Nuclear, tendo comprado, com sua verba pessoal, a primeira bomba de cobalto para a universidade. Não candidatando-se mais a qualquer outro cargo eletivo, deixou a Assembléia Legislativa no início de 1967, reassumindo suas atividades empresariais. 

Advogado, industrial, comerciante e agri­cultor, foi também presidente nacional e municipal do PST, diretor da Fábrica de Por­celanas Jaguar, do Lanifício Varam e da Varam Motores (atual Varam Importação e Exportação S.A.), além de presidente do Comercial Futebol Clube de São Paulo.

Casou-se com Edda Milani Keutenedjian, com quem teve cinco filhos.

Publicou  organização e amparo à produção.

 

FONTES: CÂM. DEP. Deputados; CÂM. DEP. Relação dos dep.; CISNEIROS, A. Parlamen­tares; Eleitos; Estado de São Paulo (23/9/62); INF. BIOG.; Jornal da Tarde (15/9/79); LEITE, A. Histó­ria; SOC. BRAS. EXPANSÃO COMERCIAL. Quem.

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados