KNOKE, KARL

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: KNOKE, Karl
Nome Completo: KNOKE, KARL

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
KNOKE, KARL

KNOKE, Karl

*diplomata alemão; emb. Alemanha Ocid. no Brasil 1971-1973.

 

Karl Hermann Knoke nasceu em Königsberg, na antiga Prússia Oriental, mais tarde Kaliningrad, cidade da URSS a partir de 1945, no dia 9 de agosto de 1909, filho de Paul Knoke e de Elisabeth Knoke.

Iniciou em 1927 seus estudos de direito em Munique, na Alemanha, concluindo-os em 1931, ocasião em que prestou seu primeiro exame oficial. Dedicou-se em seguida ao serviço preparatório jurídico, até a realização da grande prova oficial no ano de 1936. Em 1937, começou a trabalhar na Reichskreditgesellschaft AG, em Berlim, mas teve sua atuação interrompida com a eclosão da Segunda Guerra Mundial em 1939. Convocado pelo exército alemão, integrou as forças nazistas até o final da guerra em 1945, quando foi nomeado terceiro-secretário no Ministério da Fazenda do estado da Baixa-Saxônia, na Alemanha Ocidental. Nomeado em 1946 conselheiro governamental e no ano seguinte primeiro-conselheiro, de 1947 a 1950 foi segundo-secretário na Secretaria de Finanças e subprefeito do distrito de Fallingbostel.

Em 1950, um ano após a constituição do governo da República Federal da Alemanha, ingressou no Ministério das Relações Exteriores como primeiro-secretário, designado para servir em Atenas, na Grécia. Em 1951 foi nomeado cônsul de primeira classe, e nos dois anos seguintes exerceu as funções de encarregado de negócios naquele país. Promovido a conselheiro de primeira classe em 1954, ainda nesse ano foi designado conferencista da legação em Atenas e retornou à Alemanha. Assumiu a chefia da Seção do Sudeste da Europa do Ministério das Relações Exteriores até 1956, quando foi transferido para a chefia do Departamento da Europa Oriental e tornou-se o representante do diretor do Departamento Político do ministério.

Promovido em 1958 a ministro, foi nomeado ministro-conselheiro da embaixada em Moscou, na URSS, onde permaneceu até 1960. Desse ano a 1965, desempenhou a mesma função em Paris, deixando a capital francesa para assumir o cargo de embaixador em Haia, na Holanda. Em 1968 foi transferido para Tel-Aviv, em Israel, aí exercendo a chefia da embaixada alemã até o ano de 1971.

Em abril de 1971, foi nomeado embaixador da Alemanha Ocidental no Brasil em substituição a Ehrenfried von Hollenben, que deixou o cargo após ter sido seqüestrado em junho do ano anterior por grupos armados de oposição ao governo brasileiro. Permaneceu à frente da representação alemã no Brasil até novembro de 1973, sendo designado em seguida embaixador extraordinário e chefe da delegação da República Federal da Alemanha na III Conferência Internacional do Direito do Mar.

Faleceu em Bonn no dia 28 de dezembro de 1994.

Casou-se com Ruth Knoke, com quem teve quatro filhos.

FONTES: CORRESP. EMB. REP. FED. ALEMANHA; CORRESP. INST. LATINO-AMERICANO DESENV. ECON. SOC.; MIN. REL. EXT. Lista diplomática (1972); Who’s who in Brazil (1972).

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados