LOPES, Julio

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: LOPES, Julio
Nome Completo: LOPES, Julio

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:

LOPES, Julio

*dep. fed. RJ 2003-2006,  2011-.

Julio Luís Batista Lopes nasceu na cidade do Rio de Janeiro, no dia 6 de abril de 1959, filho de Luís Batista Lopes e Eliete Batista Lopes.

Bacharelou-se em administração na Faculdade de Ciências Públicas e Econômicas do Rio de Janeiro em 1983. Fez pós-graduação em administração escolar e marketing na mesma instituição.

Iniciou suas atividades profissionais em uma gráfica no setor comercial e depois trabalhou em uma empresa de empreendimentos imobiliários. Após sua formatura, passou a lecionar na Faculdade de Ciências Públicas e Econômicas do Rio de Janeiro. Foi ainda apresentador do programa Deles & Delas da Rede Bandeirantes de Televisão juntamente com a entrevistadora Regina Marcondes Ferraz.

No ano de 2001, filiou-se ao Partido Liberal (PL), que deixou ainda nesse ano, ingressando no Partido Progressista Brasileiro (PPB). Presidiu o Liceu Franco Brasileiro entre 2002 e 2003. Dirigiu e ocupou a vice-presidência do Centro Educacional da Lagoa (CEL) entre 2002 e 2004.

Ainda em 2002, foi eleito deputado federal pelo estado do Rio de Janeiro na legenda do PPB. Assumiu o mandato em fevereiro de 2003 e ocupou a vice-presidência da Comissão de Inquérito Parlamentar (CPI) da Pirataria, que investigou a pirataria de produtos industrializados e sonegação fiscal. Participou ainda da Comissão de Defesa do Consumidor e da Comissão de Turismo e Desporto.

Ainda em 2003, o PPB teve seu nome alterado para Partido Progressista (PP) e passou a integrar a base de apoio do novo presidente Luís Inácio Lula da Silva no Congresso Nacional. Julio Lopes acompanhou as decisões, ingressando no PP e votando a favor das propostas de reformas da previdência e tributária, enviadas à Câmara dos Deputados pelo presidente Lula. 

Vice-líder do PP na Câmara dos Deputados, em junho de 2005, organizou o I Congresso Internacional de Combate à Pirataria no Fórum Regional da América Latina que se realizou no Rio de Janeiro. Ainda em 2005, presidiu a Comissão de Desenvolvimento Urbano. Em julho, foi o relator do projeto de lei que estipulou o marco regulatório do Saneamento Básico Nacional.

No pleito de outubro de 2006, disputou a reeleição e obteve uma suplência. Deixou a Câmara dos Deputados em dezembro desse mesmo ano, um mês antes do final da legislatura. No dia 1° de janeiro foi nomeado secretário de Transportes do Rio de Janeiro, na gestão do governador Sérgio Cabral. Em Outubro de 2010 concorreu mais uma vez ao cargo de deputado federal, quando foi eleito com 85 mil votos.

Deixou a secretaria para ser empossado na Câmara em Fevereiro de 2011, mas licenciou-se do cargo no mês seguinte para retomar o exercício da função de secretário no governo estadual fluminense.

Em Agosto daquele ano, um acidente com os tradicionais bondes do bairro de Santa Teresa, na capital, resultou na morte de seis pessoas e deixou mais de cinquenta feridos. O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) chegou a propor uma ação civil publica contra o secretário, criticado por suposta negligência com a manutenção do veículo, mas a medida foi rejeitada pelo Tribunal de Justiça.Em sua trajetória, Julio Lopes foi ainda vice-presidente de Relações Institucionais da Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRJ).

Casado com Kitty Monte Alto teve um filho.

Publicou “Pirataria: desatar esse nó” (2005).

 

Sabrina Guerghe

 

FONTES: Portal da Associação Comercial do Rio de Janeiro. Disponível em: <www.acrj.org.br>; Folha de São Paulo (16/11/2006); O Globo (17/11/2006); Portal da UNICAM. Disponível em: <http://www.ucam.com.br/>; Portal da Secretaria de Transportes. Disponível em: <http://www.sectran.rj.gov.br>; Jornal do Commercio (1/4/1999); Alerj (26/6/2009); Folha Online Eleições 2002; Portal da SETRANS. Disponível em: <http://www.transportes.rj.gov.br/>; Portal do DIAP. Disponível em: <www.diap.org.br> acesso em 1/10/09; Portal da Câmara dos Deputados. Disponível em: <http://www2.camara.gov.br/> acesso em 1/10/09 e 12/05/2014; Portal G1 de Notícias. Disponível em: <http://www.g1.globo.com/>. Acesso em 12/05/2014; Portal do Tribunal Superior Eleitoral. Disponível em: <http://www.tse.gov.br/> acesso em 1/10/09 e 12/05/2014. 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados