MAGALHAES, ABEL SAUERBRONN DE AZEVEDO

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: MAGALHÃES, Abel Sauerbronn de Azevedo
Nome Completo: MAGALHAES, ABEL SAUERBRONN DE AZEVEDO

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
MAGALHÃES, ABEL SAUERBRONN DE AZEVEDO

MAGALHÃES, Abel Sauerbronn de Azevedo

*magistrado; interv. RJ 1945-1946.

 

Abel Sauerbronn de Azevedo Magalhães nasceu em Cantagalo (RJ) no dia 30 de maio de 1881, filho de José Alves de Azevedo Magalhães e de Ana Sauerbronn de Magalhães. Seu pai foi vice-presidente da Corte de Apelação do Distrito Federal.

Fez seus estudos primários no Liceu Popular e o curso secundário no Liceu de Humanidades, ambos em Niterói. Bacharelou-se em direito pela Faculdade de Ciências Jurídicas e Sociais do Rio de Janeiro em 1901. Fundador da Faculdade de Direito de Niterói, ingressou em seu quadro docente em 1918, ensinando economia política e direito administrativo, e assumiu a sua direção em 1930.

Em 1932 foi membro da Comissão de Revisão Jurídica de Contratos do Ministério da Viação e da Comissão de Revisão Jurídica de Contratos do Estado do Rio de Janeiro, tornando-se, no ano seguinte, juiz do Tribunal Eleitoral do estado. Em 1936 foi escolhido desembargador do Tribunal de Apelação do Estado do Rio de Janeiro, sendo nomeado, em 1941, presidente dessa corte pelo interventor Ernâni Amaral Peixoto, que o manteve no posto durante a sua gestão, até a queda do Estado Novo, em outubro de 1945.

Nesse momento, todos os interventores nos estados foram removidos, sendo substituídos pelos presidentes dos tribunais de justiça estaduais. Nessa categoria, Abel Magalhães foi nomeado interventor no estado do Rio de Janeiro em substituição a Alfredo da Silva Neves, que ocupava o posto interinamente. Assumiu o cargo em novembro de 1945, nele permanecendo até fevereiro do ano seguinte, quando foi substituído por Lúcio Meira.

Tornou-se membro da Academia Fluminense de Letras e da Associação dos Magistrados Brasileiros. Foi conselheiro da Ordem dos Advogados do Brasil, vice-presidente do Instituto dos Advogados do Estado do Rio de Janeiro e presidente do Instituto de Proteção e Assistência à Infância, de Niterói.

Faleceu em Niterói no dia 2 de abril de 1969.

Foi casado com Heloísa Meireles de Magalhães, com quem teve uma filha.

Publicou Apostilas de economia política e Noções de direito administrativo.

 

 

FONTES: CONSULT. MAGALHÃES, B.; CORRESP. GOV. EST. RJ; COUTINHO, A. Brasil; Encic. Mirador; GURGEL, H. Governo; HIRSCHOWICZ, E. Contemporâneos; LACOMBE, L. Chefes; POPPINO, R. Federal.

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados