MANUEL FRANCISCO VIANA NETO

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: VIANA, Manuel
Nome Completo: MANUEL FRANCISCO VIANA NETO

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
VIANA, MANUEL

VIANA, Manuel

*dep. fed. CE 1983-1991; const. 1987-1988; dep. fed. CE 1994-1995.

Manuel Francisco Viana Neto nasceu em Fortaleza em 3 de junho de 1952, filho de Francisco de Assis Parente Viana e de Maria José Melo Viana.

Filiou-se em 1974 ao Movimento Democrático Brasileiro (MDB), partido de oposição ao regime militar vigente no país desde abril de 1964, formando-se em medicina pela Universidade Federal do Ceará (UFC) no ano seguinte.

Em 1980, após a extinção do bipartidarismo em novembro de 1979 e a posterior reorganização partidária, filiou-se ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PDMB), sucessor do MDB, e disputou com êxito uma vaga na Câmara dos Deputados em novembro de 1982, constituindo Fortaleza seu maior reduto eleitoral.

Empossado em fevereiro de 1983, foi presidente da Comissão de Saúde durante o último período legislativo. Em 25 de abril de 1984 ausentou-se da votação da emenda Dante de Oliveira, que propunha o restabelecimento das eleições diretas para presidente da República em novembro daquele ano. Com a não-aprovação, por falta de 22 votos, da emenda pela Câmara, fato que impediu o seu envio para apreciação do Senado, participou, em janeiro de 1985, do Colégio Eleitoral para eleição indireta do presidente da República, votando na chapa de Tancredo Neves e José Sarney, da Aliança Democrática, a vencedora do pleito, derrotando Paulo Maluf e Flávio Marcílio, candidato lançado pelo Partido Democrático Social (PDS). Contudo, por motivo de doença, Tancredo Neves não chegou a ser empossado na presidência, vindo a falecer em 21 de abril de 1985. Seu substituto foi o vice José Sarney, que já vinha exercendo interinamente o cargo, desde 15 de março desse ano.

Em novembro de 1986, elegeu-se deputado federal constituinte pelo PMDB, assumindo o mandato em 1º de fevereiro de 1987, quando foram inaugurados os trabalhos da Assembléia Nacional Constituinte. Integrante da Subcomissão da Nacionalidade, da Soberania e das Relações Internacionais da Comissão da Soberania e dos Direitos e Garantias do Homem e da Mulher, pronunciou-se a favor do mandato de cinco anos para o presidente José Sarney, da estabilidade no emprego, do voto aos 16 anos, do presidencialismo e contra a pluralidade sindical. Com a promulgação da Constituição em 5 de outubro de 1988, deu continuidade ao exercício de seu mandato ordinário na Câmara.

Disputou a reeleição em outubro de 1990, mas alcançou somente uma suplência. Deixou a Câmara dos Deputados em janeiro de 1991, no fim da legislatura.

Assumiu uma cadeira na Câmara em 18 de abril de 1994, substituindo o deputado Carlos Benevides, que teve seu mandato cassado após ser acusado de cometer irregularidades no Orçamento. Deixou a Câmara dos Deputados em janeiro de 1995, no fim da legislatura, não tendo disputado a reeleição em outubro do ano anterior.

Foi também chefe do setor de nefrologia do S.A. Socorros Médicos (SOS) e do Instituto José Frota em Fortaleza; diretor do Instituto Nacional de Assistência Médica da Previdência Social (INAMPS); médico da prefeitura de Fortaleza; diretor-clínico da Clínica Miguel Couto e diretor-presidente da Ana Néri Hospitalar Ltda. Tornou-se proprietário de uma rede de hospitais privados em Fortaleza.

Casou-se com Beatriz Irene de Albuquerque Viana, com quem teve dois filhos.

 

FONTES: ASSEMB. NAC. CONST. Repertório (1987-1988); CÂM. DEP. Deputados brasileiros. Repertório (1991-1995); COELHO, J. ; OLIVEIRA, A. Nova; Folha de S. Paulo (15/1/87); Globo (26/4/84 e 16/1/85).

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados