Maria do Carmo Lara Perpétuo

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: LARA, Maria do Carmo
Nome Completo: Maria do Carmo Lara Perpétuo

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:

LARA, Maria do Carmo

* dep. fed. MG 1999-2008

 

 

Maria do Carmo Lara Perpétuo nasceu em Esmeraldas (MG) no dia 18 de agosto de 1954, filha de Gervásio Luís Lara e de Maria da Conceição Aparecida Lara.

A partir de 1972, foi professora da rede pública do estado de Minas Gerais. No final da década de 1970 participou da fundação do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE), do qual seria diretora de 1984 a 1990. Em 1981 formou-se em psicologia pela Pontifícia Universidade Católica (PUC) de Belo Horizonte. A partir de então, aperfeiçoou-se em áreas da psicologia, como psicomotricidade e dinâmica de grupo, e em áreas da educação, como ensino de primeiro e segundo graus e análise institucional.

No início dos anos 1980 participou da fundação do Centro de Defesa dos Direitos Humanos(CDDH) na cidade de Betim, do qual viria a ser primeira-secretaria em 1985, 1988 e 1989 e segunda-tesoureira em 1989. Em 1983, filiou-se ao Partido dos Trabalhadores (PT), tendo uma militância destacada na construção do partido em Betim (MG). Em 1992, foi eleita prefeita da cidade.

Em 1998, elegeu-se deputada federal pelo estado de Minas Gerais na legenda do PT. Assumiu o mandato em fevereiro de 1999 e foi reeleita em 2002. Nas eleições de 2004, foi derrotada na eleição para a prefeitura de Betim pelo candidato do Partido Liberal (PL). Em maio de 2006 foi eleita vice-líder do PT na Câmara dos Deputados, e em outubro, conquistou seu terceiro mandato na Casa. Membro da Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara, aprovou um projeto de lei que proibia propagandas para crianças de até 12 anos e criava restrições à publicidade para adolescentes de 12 a 18 anos.

Em outubro de 2008, foi eleita prefeita de Betim, derrotando Rômulo Veneroso, do Partido Verde (PV). Renunciou ao mandato de deputada federal em 31 de dezembro, e no dia seguinte foi empossada prefeita. Em abril de 2009, assumiu a secretaria-geral da Frente Nacional de Prefeitos.

Nas eleições de 2012, concorreu à reeleição, porém, foi derrotada ainda no primeiro turno.

 

 

FONTES: Portal Câmara dos Deputados. Disponível em: <http://www.camara.gov.br>. Acesso e, 22/10/2013; Portal do jornal Folha de São Paulo. Disponível em: <http://www.folha.uol.com.br>. Acesso em 22/10/2013; Portal do Tribunal Superior Eleitoral. Disponível em: <http://www.tse.jus.br>. Acesso em 22/10/2013.

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados