MELO, TACIANO GOMES DE

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: MELO, Taciano Gomes de
Nome Completo: MELO, TACIANO GOMES DE

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
MELO, TACIANO GOMES DE

MELO, Taciano Gomes de

*dep. fed. GO 1955-1959; sen. GO 1959-1961.

 

Taciano Gomes de Melo nasceu em Capela (AL) no dia 12 de janeiro de 1904, filho de Antônio Gomes de Araújo Melo e de Cândida Gomes de Melo. Seu irmão, Sílvio Gomes de Melo foi deputado estadual em Alagoas (1929-1930).

Fez seus estudos no Colégio Diocesano de Maceió e no Ginásio Osvaldo Cruz, em Recife, e mais tarde se formou pela Faculdade de Medicina da Bahia.

Iniciou sua carreira política em outubro de 1934, quando foi eleito deputado à Assembléia Constituinte de Goiás na legenda do Partido Social Republicano (PSR). Assumindo o mandato em abril de 1935, foi eleito vice-presidente da Assembléia e participou dos trabalhos constituintes até a promulgação da nova Carta estadual, em agosto seguinte. Passou então a exercer o mandato legislativo ordinário, que interrompeu de setembro a outubro desse mesmo ano para substituir Pedro Ludovico Teixeira no governo de Goiás. Durante esse curto período, assistiu à aprovação, no Senado, do projeto que concedia verba federal para a construção de obras públicas em Goiânia, futura capital do estado. Permaneceu na Assembléia até novembro de 1937, quando, com o advento do Estado Novo, os órgãos legislativos do país foram suprimidos. Ainda nesse ano foi nomeado prefeito de Pires do Rio (GO), cargo que ocupou até 1945.

Em janeiro de 1947 foi mais uma vez eleito deputado à Assembléia Constituinte de Goiás, agora na legenda do Partido Social Democrático (PSD). Tomou posse em março do mesmo ano, sendo eleito presidente da Assembléia. Após a promulgação da nova Carta estadual, exerceu mandato legislativo ordinário até 1950, quando retornou à prefeitura de Pires do Rio, aí permanecendo até 1954. Durante esse período foi presidente do diretório municipal e membro do diretório estadual do PSD.

No pleito de outubro de 1954 foi eleito deputado federal por Goiás, sempre na legenda do PSD. Assumindo o mandato em fevereiro do ano seguinte, foi membro das comissões de Saúde e de Valorização da Amazônia, além de líder da bancada do PSD goiano na Câmara Federal. Em outubro de 1958 foi eleito senador por Goiás na legenda do PSD. Deixando a Câmara em janeiro de 1959, em fevereiro seguinte ocupou sua cadeira no Senado, no qual integrou as comissões de Transportes, Comunicações e Obras Públicas e de Economia, e foi suplente das comissões de Finanças e de Segurança Nacional. Em janeiro de 1961 renunciou ao mandato no Senado, abrindo assim uma vaga para que Juscelino Kubitschek — que então deixava a presidência da República — pudesse candidatar-se a senador por Goiás na legenda do PSD nas eleições extraordinárias de junho daquele ano. Em seguida, ainda no ano de 1960, foi nomeado ministro do Tribunal de Contas do Distrito Federal, cargo que ocupou até 29 de abril de 1969, quando foi destituído de suas funções e teve seus direitos políticos suspensos por dez anos por força do Ato Institucional nº 5, editado em 13 de dezembro de 1968.

Foi membro da Associação Rural de Goiânia e da Associação Rural do Triângulo Mineiro.

Faleceu em 4 de julho de 1986.

Era casado com Maria Luísa Xavier de Almeida e Melo, com quem teve três filhos.

 

FONTES: ARQ. DEP. PESQ. JORNAL DO BRASIL; CÂM. DEP. Deputados; CÂM. DEP. Relação dos dep.; COUTINHO, A. Brasil; FERREIRA, J. Presidentes; KUBITSCHEK, J. Meu; NÉRI, S. 16; QUADROS, J. História; SENADO. Dados; SENADO. Relação; SOC. BRAS. EXPANSÃO COMERCIAL. Quem; TRIB. SUP. ELEIT. Dados (1, 3 e 4).

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados