MULIM, Neilton

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: MULIM, Neilton
Nome Completo: MULIM, Neilton

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
ALENCAR, Chico

MULIM, Neilton

* dep. fed. RJ 2007-2011, 2011-2012.

 

Neilton Mulim da Costa nasceu em São Gonçalo (RJ) no dia 22 de julho de 1962, filho de Eraclydes Mulim da Costa e de Neir da Costa Nunes.

Fez os primeiros estudos em sua cidade natal nas escolas estaduais Coronel Serrado, Pandiá Calógeras e no Colégio Alcântara, de 1969 a 1979. Em 1985 graduou-se em ciências físicas e biológicas na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). No ano seguinte, formou-se em matemática na mesma universidade. Em 1982 foi aprovado em concurso para professor em São Gonçalo e na rede estadual. A partir de 1988 foi também diretor geral do Colégio Estadual Coronel Serrado, onde estudara.

Em 1989 iniciou sua militância político-partidária, filiando-se ao Partido Democrático Trabalhista (PDT). De 1993 a 1995 presidiu a Fundação Municipal de Apoio à Educação e Assistência à Infância e Adolescência de São Gonçalo e, no mesmo período, foi vice-presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente. Entre 1994 e 1996 integrou o Conselho Municipal da Pessoa Portadora de Deficiência Física e Doentes Mentais (Copede) da mesma cidade.

Em 1995 deixou o PDT e ingressou no Partido Verde (PV). No pleito realizado em outubro de 1996, elegeu-se vereador em São Gonçalo na legenda do PV. Em seu primeiro mandato foi vice-presidente da Comissão da Criança, Adolescente, Mulher, Idoso e Deficiente e segundo-secretário da mesa diretora da Câmara Municipal. De volta ao PDT em 1999, reelegeu-se em outubro de 2000 e presidiu a Comissão de Educação. Em 2002 mais uma vez deixou o PDT e filiou-se ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB). Nesse mesmo ano, licenciou-se de suas atividades na Câmara dos Vereadores e assumiu a Secretaria de Desenvolvimento Social na gestão do prefeito de São Gonçalo, Henry Charles.

Concluiu os cursos de pós-graduação em psicopedagogia institucional e psicopedagogia clínica na Universidade Estácio de Sá, no Rio de Janeiro, respectivamente em 2002 e 2003. Ainda em 2003 foi reconduzido à presidência da Fundação Municipal de Apoio à Educação e Assistência à Infância e Adolescência de São Gonçalo e desligou-se do PMDB, filiando-se ao Partido Trabalhista Brasileiro (PTB). No ano seguinte, deixou a Secretaria de Desenvolvimento Social e foi reeleito vereador, com a maior votação da cidade. Na Câmara dos Vereadores foi segundo-secretário, primeiro vice-presidente e presidente interino. Em 2005 ingressou no Partido Popular Socialista (PPS) e esteve à frente, por alguns meses, da Secretaria da Infância e Juventude do Estado do Rio de Janeiro, no governo de Rosinha Garotinho (2003-2006). Em 2006 presidiu a Fundação da Infância e Adolescência de São Gonçalo (Fiasg).

No pleito de outubro de 2006 elegeu-se deputado federal pelo Rio de Janeiro na legenda do PPS. Assumiu o mandato em fevereiro de 2007 e, pouco depois da posse, transferiu-se para o Partido da República (PR). Em março de 2008 tornou-se vice-líder do PR na Câmara dos Deputados. Foi titular da Comissão de Seguridade Social e Família, da Comissão de Educação e Cultura e da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado.

Nas eleições municipais de outubro de 2008 candidatou-se a vice-prefeito de São Gonçalo na chapa encabeçada por Altineu Cortes, do Partido dos Trabalhadores (PT). No entanto, sua candidatura foi indeferida pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), sob a acusação de, quando presidente da Fiasg, ter cometido irregularidades apuradas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Reelegeu-se deputado federal nas eleições de 2010, assumindo o novo mandato em fevereiro de 2011. Licenciu-se do mandato, no entanto, em 2012, para disputar as eleições municipais na condição de postulante a prefeito de São Gonçalo. Obteve 25,22% dos votos no primeiro turno, tendo disputado o segundo turno com Adolpho Konder (PDT) e sido, por fim, eleito com 265.579 votos. Com o êxito no pleito, renunciou ao mandato parlamentar para assumir a prefeitura de São Gonçalo a partir de 2013.

Concorreu à reeleição nas eleições de 2016, mas ficou apenas com a terceira colocação.

Casou-se com Maria Cristina Aires de Mendonça, com quem teve dois filhos.

Publicou os livros Algetria social (1991) e Uma questão de escolha (2006).

 

FONTESFONTES: Blog Jornal Mais. Disponível em <http://jornalmaisbjnf.blogspot.com>; O Fluminense (12/8/08); Folha de S. Paulo (4/10/04); Portal Americo.usal.es. Disponível em <http://americo.usal.es>; Portal da Câmara dos Deputados. Disponível em <http://www2.camara.gov.br>. Acesso em 21/05/2014 ; Portal do dep. fed. Neilton Mulim. Disponível em <http://www.neiltonmulim.com.br>; Portal Informativo da Associação Geneviève Lugon – Moulin. Disponível em <http://www2.connection.com.br>;   Portal do TSE. Disponível em <http://www.tse.jus.br>. Acesso em 21/05/2017.

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados