MULLER, ERANI

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: MÜLLER, Erani
Nome Completo: MULLER, ERANI

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
MÜLLER, ERANI

MÜLLER, Erani

*dep. fed. RS 1986-1987.

Erani Müller nasceu em Cruz Alta (RS) no dia 24 de janeiro de 1940, filho de Henrique Müller e de Virgínia Martins Campos Müller.

Realizou seus estudos primários e secundários no Grupo Escolar Margarida Pardelhas e na Escola Estadual Annes Dias, ambos em sua cidade natal. Bacharelou-se em direito pela Faculdade de Direito de Santo Ângelo (RS), tendo feito curso de pós-graduação em política na atual Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Ainda jovem, iniciou sua vida profissional como técnico de som e, posteriormente, como locutor da Rádio Cruz Alta, onde trabalhou até completar 18 anos, data em que passou a servir ao Exército. Em 1960, retornou às atividades de locutor, desta feita na Rádio Progresso, em Ijuí (RS), onde também foi produtor, redator e comentarista.

Em março de 1966, filiou-se ao recém-criado Movimento Democrático Brasileiro (MDB), partido de oposição ao regime militar instaurado no país em abril de 1964, compondo a ala jovem da agremiação. Neste período, integrou-se a grupos nacionalistas de combate ao regime militar.

Elegeu-se vereador em Ijuí na legenda emedebista para a legislatura 1967-1971, tendo sido preso por duas vezes no quartel militar do município sob acusação de “subversão”. Transferindo-se para Santa Rosa (RS) em 1970, trabalhou na Rádio Guaíra como locutor, redator e comentarista, e nas Ferragens Missioneiras S.A., onde foi chefe do Departamento de Publicidade, Promoções e Comunicação Social.

Passou a exercer a advocacia em 1976 no município de Santa Rosa, no qual também foi eleito vereador, nas eleições de novembro, na legenda do MDB. Alcançando a terceira maior votação no pleito, assumiu sua cadeira à Câmara Municipal no início do ano seguinte. Em novembro de 1978, concorreu a uma vaga à Câmara dos Deputados pelo MDB, porém só obteve a terceira suplência.

Entre os anos de 1980 e 1981, foi diretor da Rádio São Luís, de São Luís Gonzaga (RS). Nas eleições de novembro de 1982, tornou a candidatar-se a deputado federal, desta feita pela legenda do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), agremiação que sucedeu ao MDB, porém só obteve a segunda suplência.

No ano seguinte, tornou-se assessor da Assembléia Legislativa gaúcha, cargo no qual permaneceu até 1985, quando foi nomeado superintendente regional do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA), em Porto Alegre. Em 1986, assumiu o mandato federal em virtude do falecimento do titular Sigfried Emanuel Heuser. No pleito de novembro de 1986, elegeu-se deputado estadual pelo PMDB. Empossado em fevereiro seguinte, exerceu o mandato na Câmara dos Deputados até janeiro de 1991, ao término da legislatura.

Presidente do PMDB de Santa Rosa e da coordenadoria regional do partido em 1992, no ano seguinte foi nomeado para a Secretaria de Integração Regional do município, exercendo essa função até 1994, quando concorreu, sem êxito, a um novo mandato de deputado estadual, logrando apenas uma suplência. Deixou a Assembléia Legislativa gaúcha em janeiro de 1995. Posteriormente, tornou-se assessor da coordenadoria do PMDB naquela Casa.

Foi casado com Ingrid Müller, vereadora em Santa Rosa pelo PMDB na legislatura 1982-1988. O casal teve quatro filhos.

 

FONTE: INF. BIOG.

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados