NAPOLEAO FONTENELLE DE SILVEIRA

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: FONTENELLE, Napoleão
Nome Completo: NAPOLEAO FONTENELLE DE SILVEIRA

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
FONTENELLE, NAPOLEÃO

FONTENELLE, Napoleão

*dep. fed. ES 1951-1961 e 1962-1963.

 

Napoleão Fontenelle de Silveira nasceu em Viçosa (CE) no dia 8 de setembro de 1902, filho de José Alfredo Silveira e de Maria Luísa Fontenelle Silveira.

Estudou no Liceu do Ceará, em Fortaleza, antes de ingressar na Escola de Agronomia do mesmo estado, pela qual se diplomou.

Radicado no Espírito Santo, foi inspetor agrícola, prefeito de Santa Leopoldina e diretor do Departamento Geral de Agricultura do estado. Em 1947, ao iniciar-se o governo estadual de Carlos Fernando Monteiro Lindenberg, assumiu a Secretaria de Agricultura, Viação e Obras Públicas do Espírito Santo. Permaneceu nesse cargo até o final do governo de Lindenberg, em 1951.

No pleito de outubro de 1950, elegeu-se deputado federal pelo Espírito Santo na legenda do Partido Social Democrático (PSD). Assumiu o mandato em fevereiro de 1951, e foi reeleito em 1954, na legenda da aliança entre o PSD e a União Democrática Nacional (UDN). Mais uma vez reeleito em 1958, na legenda do PSD, deixou, entretanto, a Câmara em janeiro do ano seguinte, pois Carlos Lindenberg, que retomara ao governo do estado em 1958, nomeou-o secretário de Agricultura, Terras e Colonização. Ocupou a secretaria apenas até outubro de 1959, retornando à Câmara Federal. Afastou-se novamente em março de 1961 para ocupar o cargo de secretário do estado, no qual permaneceu até julho de 1962, quando Carlos Lindenberg deixou o governo. No pleito de outubro do mesmo ano, tornou a eleger-se deputado federal, na legenda da coligação do PSD com o Partido Trabalhista Nacional (PTN). Na legislatura iniciada em fevereiro de 1963, porém, exerceu o mandato apenas de julho a agosto desse ano.

Napoleão Fontenelle foi ainda vice-presidente e presidente da Agrinco do Brasil S.A., presidente da Federação Rural do Espírito Santo, diretor técnico da Confederação Rural Brasileira, presidente do conselho nacional do Serviço Social e Rural e membro do conselho consultivo da Companhia Nacional de Educandários Gratuitos, além de filiado à Sociedade Nacional de Agricultura, à Sociedade Nacional de Agronomia, à Sociedade Espírito-Santense de Engenheiros e ao Clube de Engenharia.

Faleceu no Rio de Janeiro no dia 28 de maio de 1975.

Foi casado com Adelaide Brunow Fontenelle, com quem teve três filhos.

 

 

FONTES: CÂM. DEP. Anais (1960); CÂM. DEP. Deputados; CÂM. DEP. Relação dos dep.; CISNEIROS, A. Parlamentares; COUTINHO, A. Brasil; GIRÃO, R. Ceará; Jornal do Brasil (30/5/75); OLIVEIRA, J. História; SOC. BRAS. EXPANSÃO COMERCIAL. Quem.

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados