NOGUEIRA, JORGE PAULO

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: NOGUEIRA, Jorge Paulo
Nome Completo: NOGUEIRA, JORGE PAULO

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
NOGUEIRA, JORGE PAULO

NOGUEIRA, Jorge Paulo

*dep. fed. SP 1975-1983.

Jorge Paulo Nogueira nasceu na cidade de São Paulo no dia 23 de abril de 1938, filho de José Gonçalo d’Amarante Nogueira e de Maria Antonieta Sartorelli Nogueira.

Formado em contabilidade, tornou-se apresentador de rádio e televisão, recebendo o apelido de “chapéu de couro”, por seus programas radiofônicos dedicados à música nordestina, e alcançando grande popularidade.

Iniciou sua carreira política elegendo-se em novembro de 1970 suplente de deputado federal por São Paulo na legenda do Movimento Democrático Brasileiro (MDB), partido de oposição ao regime militar instaurado no país em abril de 1964. Em novembro de 1972 foi eleito vereador em São Paulo e em fevereiro do ano seguinte assumiu o mandato, passando a exercer a liderança do MDB na Câmara Municipal paulistana.

No pleito de novembro de 1974 elegeu-se deputado federal por São Paulo na legenda do MDB. Deixou a Câmara Municipal em janeiro de 1975 para tomar assento na Câmara dos Deputados em fevereiro seguinte, tornando-se, nessa legislatura, membro da Comissão de Comunicações. Em novembro de 1978 reelegeu-se deputado federal, e com a extinção do bipartidarismo em novembro de 1979 e a conseqüente reformulação partidária, filiou-se ao situacionista Partido Democrático Social (PDS), acompanhando um grupo de ex-oposicionistas identificado com o governador Paulo Salim Maluf. Nesta legislatura, foi vice-presidente e presidente da Comissão de Comunicação. Nas eleições de novembro de 1982, candidatou-se à reeleição na legenda do PDS, obtendo apenas uma suplência. O mesmo ocorreu no pleito de novembro de 1986, quando candidatou-se a uma vaga de deputado federal constituinte, pela legenda do Partido Democrático Trabalhista (PDT).

Casou-se com Nodeci Alves Nogueira, promovendo seu ingresso na carreira política como vereadora na cidade de São Paulo em 1976 e como deputada estadual em São Paulo em 1978. Teve uma filha.

Publicou Crônicas sentimentais (1966).

FONTES: ASSEMB. NAC. CONST. Repertório (1987-1988); CÂM. DEP. Deputados; CÂM. DEP. Deputados brasileiros. Repertório (8); Globo (17/1/80); LAMOUNIER, B. Voto; NÉRI, S. 16; Perfil (1980); Veja (7/11/84).

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados