OTÁVIO, Luís

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: OTÁVIO, Luís
Nome Completo: OTÁVIO, Luís

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
OTÁVIO, LUIZ

OTÁVIO, Luiz

*sen. PA 1999-2007

 

            Luiz Otavio Oliveira Campos nasceu em Belém do Pará em 27 de maio de 1954.

            Formou-se nessa cidade em Administração de Empresas.

            Em 1990, assumiu a Secretaria de Transportes do Estado do Pará, durante o governo de Hélio Gueiros (1987-1991), do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB). Durante sua gestão, foi acusado pelo Ministério Público de cobrar 50% de comissão para liberar pagamentos da secretaria, através do depósito de propina no Banco do Estado do Pará e posterior transferência para a Rodomar, empresa da qual ele era dirigente. Chegou a ser preso em decorrência da acusação, sendo logo libertado. Luiz Otávio atribuiu a prisão à perseguição política que teria sido movida contra ele pelo então governador do Pará, Jader Barbalho (1991-1994), também do PMDB.

            Em 1992, foi eleito vereador do município de Belém, pela legenda do PMDB, no mesmo pleito que conferiu vitória a Hélio Gueiros na disputa pela prefeitura daquela cidade. Luiz Otávio assumiu em seguida a presidência da Câmara de Vereadores de Belém. Em 1994, deixou a Câmara para concorrer ao cargo de deputado estadual pelo Pará, tendo sido eleito nas eleições de outubro daquele ano, desta vez pela legenda do Partido da Frente Liberal (PFL). Em 1997 assumiu a presidência da Assembléia Legislativa do Estado do Pará.

            No ano de 1998 foi eleito senador pelo Pará, já agora pela legenda do Partido Progressista Brasileiro (PPB).

            Em fevereiro de 2000, a Polícia Federal apresentou contra o senador uma acusação de participação em caso de corrupção, afirmando que a Rodomar, empresa da qual Luiz Otávio havia sido diretor, recebera em 1992 treze milhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para a compra de 13 balsas do estaleiro Ebal, que nunca chegaram a ser construídas. Luiz Otávio foi acusado de ter assinado notas fiscais atestando o recebimento das balsas. O senador atribuiu a denúncia à perseguições políticas do PMDB do Pará e declarou que o Banco do Brasil não repassou para a Rodomar os recursos do BNDES, porque a empresa teria dívidas junto ao Banco do Brasil. Alvo de pedido de cassação de mandato, o senador foi absolvido pelo Conselho de Ética do Senado em outubro de 2001.

            Foi líder do PPB no Senado de março de 2002 a novembro de 2002, quando ingressou no PMDB.

            Em agosto de 2003, teve seu nome aprovado pela Comissão de Assuntos Econômicos do Senado para assumir o cargo de ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), apesar da oposição de senadores como Heloísa Helena e Eduardo Suplicy, que lembraram os processos movidos contra ele. Em setembro, vários auditores do TCU se manifestaram contra a indicação, também rejeitada no mesmo mês pela Justiça Federal. O Senado recorreu contra o ato da Justiça, mas em junho de 2004 a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) igualmente declarou ser contrária à indicação do senador. Em janeiro de 2005, o TCU acolheu a denúncia em que Luiz Otávio era acusado de desvio de recursos públicos. Em fevereiro, foi eleito presidente da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) para o biênio 2005/2006, em meio à polêmica de sua indicação para o cargo de ministro do TCU, que por fim foi rejeitada pela Câmara dos Deputados em dezembro de 2006, dois meses após as eleições de outubro, em que Luiz Otávio não conseguiu reeleger-se para o Senado, pela legenda do PMDB.

            Casou-se com Lilian Campos.

 

FONTES: Folha de S.Paulo (online) 27 fev. e 26 out. 2001; 29 ago., 04 e 09 set. 2003; 27 jan. 2005; 13 dez. 2006. Disponível em : <http://www1.folha.uol.com.br>. Acesso em : 25 jun. 2009; Isto É. (online). Disponível em : <http://wwwterra.com.br/ istoe/1585/politica/1585golpe.htm>. Acesso em : 25 jun. 2009;Jornal do Brasil (online) 15 jun. 2004. Disponível em : <http://jbonline.terra.com.br/jb/papel/colunas/peltier/ 2004/06/15/jorcolpel20040615001.html>. Acesso em : 25 jun. 2009; Portal Banco de Dados Políticos das Américas. Disponível em : <http://pdba.georgetown.edu/Elecdata/ Brazil/sen1998.html>. Acesso em : 25 jun. 2009; Portal Consultor Jurídico. Disponível em : <http://www.conjur.com.br/2003-set-04/escolha_senador_luiz_otavio_tcu_barra da>. Acesso em : 25 jun. 2009; Portal Direito2. Disponível em : <http:// www.direito2.com.br/asen/2005/fev/22/por-unanimidade-luiz-otavio-e-eleito-presidente-da-cae>. Acesso em : 12 jul. 2009; Portal do PPS. Disponível em : <http://portal.pps.org.br/portal/showData/104415>. Acesso em : 25 jun. 2009; Portal do Senado Federal. Disponível em : <http://www.senado.gov.br>. Acesso em : 14,15,24 e 25 jun. 2009; Portal Justiça Eleitoral. Disponível em : <http://www.justicaeleitoral. gov.br/internet/eleicoes/1994/resultado/1_turno/dep_est_pa.html>. Acesso em : 25 jun. 2009; Portal O Pará Nas Ondas do Rádio. Disponível em : <http://www. Oparana sondasdoradio.ufpa.br/contexto90link2heliogueiros.htm>. Acesso em : 25 jun. 2009; Portal TERRA  Notícias. Disponível em : <http://noticias.terra.com.br/eleicoes 2006/ interna/0,,OI1169151-EI6653,00.html>. Acesso em : 25 jun. 2009.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados