PEDROSA, Ciro

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: PEDROSA, Ciro
Nome Completo: PEDROSA, Ciro

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
PEDROSA, Ciro

PEDROSA, Ciro

*dep. fed. MG 2007-

               

Ciro Francisco Pedrosa nasceu em Itatiaiuçu (MG), no dia 9 de julho de 1956, filho de Celso Alves Pedrosa e Jalila da Conceição Pedrosa. Seus irmãos Carlaile Jesus de Pedrosa e Cleide Isabel Pedrosa de Melo também seguiram carreira política. O primeiro foi prefeito da cidade mineira de Betim (2001-2004 e 2005-) e Cleide foi secretária de Meio Ambiente da mesma prefeitura (2001-2004 e 2005-) e diretora-geral do Instituto Mineiro das Águas. Seu primo Antônio Mario Pedrosa foi vice-prefeito de Itatiaiuçu (2001-2004).

                Ciro Pedrosa formou-se em engenharia civil na Escola de Engenharia Kennedy em Belo Horizonte no ano de 1976. Empresário no ramo da construção civil, atuou como diretor na Enarpe Engenharia Ltda (1979-1998) e também como diretor da Infrater Engenharia Ltda (1998-) ambas situadas em Betim.

Iniciou sua trajetória política com em 2001 quando se tornou secretário de Infra-Estrutura da Prefeitura de Betim durante a gestão de seu irmão Carlaile e filiou-se ao Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB). À frente da pasta realizou um convênio de revitalização urbana e recuperação ambiental da bacia do Rio Betim entre a Prefeitura de Betim e o Banco Mundial. 

                Em 2005, Ciro Pedrosa deixou o PSDB e ingressou no Partido Verde (PV). No ano seguinte, deixou a Secretaria e candidatou-se a uma vaga de deputado federal por Minas Gerais na legenda do PV. Eleito, assumiu o mandato em fevereiro de 2007 e ocupou a vice-liderança do partido entre fevereiro e setembro desse ano.

Na Câmara dos Deputados integrou as Comissões de Finança e Tributação, de Viação e Transportes Minas e Energia. Foi também coordenador do Grupo de Trabalho Política do Urânio, tendo participado da visita às instalações da preservação ambiental da Usina Angra III. 

Em 2008, foi aprovado em caráter conclusivo na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania o projeto de sua autoria que regulamentou que os profissionais que trabalham com instrumentos e utensílios cortantes ou perfurantes deveriam desinfetá-los e esterilizá-los antes de sua utilização.

                Em janeiro de 2009 participou da missão oficial ao Continente Antártico, para conhecer as pesquisas desenvolvidas pelo Brasil no continente gelado e a estrutura da Estação Antártica Comandante Ferraz.              

Ainda nessa legislatura atuou em diversas Frentes Parlamentares, tais como: do Café; em Defesa do Transporte de Carga; em Defesa da Indústria Naval Brasileira; em Defesa do Voto aberto; em Defesa da Infra-Estrutura Nacional; do Petróleo e Gás; Mista em Defesa do Aquífero Guarani; Ambientalista; dos Biocombustíveis e da energia Verde Renovável; Mista Amazônica Para Sempre.

Foi ainda condecorado com a Ordem do Mérito Legislativo da Assembléia Legislativa de Minas Gerais e com a Moção Honrosa da Câmara Municipal de Amparo (SP).

Casou-se com Mirna Amaral Pedrosa e teve três filhos.

Publicou “O PAC e seus obstáculos”, na Revista Rodovias & Vias.

 

Sabrina Guerghe

 

FONTES: Jornal O Estado de Minas (28/3/2007); Revista Época (3/2/2009); Senado Federal; Ministério de Ciência e Tecnologia; Agência Câmara; Banco Mundial (www.bancomundial.org.br).

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados