PENIDO, Vitor

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: PENIDO, Vitor
Nome Completo: PENIDO, Vitor

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
PENIDO, Vitor

PENIDO, Vitor

* dep. fed. MG 2007-

 

Vitor Penido de Barros nasceu em Nova Lima (MG) no dia 26 de junho de 1942, filho de José Bernardo de Barros e de melita Penido de Barros.

Cursou o primário na Escola Estadual Emília de Lima, em Nova Lima, de 1949 a 1953. Iniciou o curso ginasial no Liceu Imaculada Conceição, em Nova Lima, mas precisou interrompê-lo. Entre 1956 e 1957, retornou ao Liceu e concluiu o ginasial. Após a aprovação em concurso público no Banco Mercantil, ingressou em um curso técnico de contabilidade, equivalente ao 2º grau, novamente no Liceu Imaculada Conceição, entre os anos de 1958 e 1961. Retomou os estudos no ano de 1970, quando ingressou no curso de direito da Faculdade de Direito Milton Campos (FDMC), em Nova Lima. Formou-se em dreito em 1983, já em plena atividade política em sua cidade.

                Vitor Penido filiou-se ao Movimento Democrático Brasileiro (MDB) em 1970. Em 1977, assumiu pela primeira vez a prefeitura de Nova Lima e ocupo o cargo até 1983. Em 1981, deu uma guinada partidária ao trocar o MDB, oposição à ditadura civil-militar que vigia no país desde 1964, pelo Partido Democrático Social (PDS), herdeiro político direto da Aliança Renovadora Nacional (Arena). Em 1986, nova mudança partidária, dessa vez para o Partido da Frente Liberal (PFL), uma dissidência do PDS surgida entre 1984 e 1985, em meio à disputa pela eleição indireta à presidência da república. Foi no espírito das mudanças democrática que Penido tomou posse como deputado estadual por Minas Gerais, na legenda do PFL. Participou da elaboração da Constituição Mineira, promulgada em 1988.

                Em 1989, retornou à prefeitura de Nova Lima, ocupando o cargo até 1992. Ele voltaria mais uma vez à prefeitura cinco anos depois, em 1997. Ao final do mandato, em 2000, concorre novamente ao pleito de prefeito de Nova Lima, com sucesso. Em 2001, assumiu a prefeitura e ocupa o cargo até 2004. Nesse ano, passou a atuar como secretário-adjunto da Secretaria de Desenvolvimento e Esportes de Minas Gerais, trabalho realizado até 2005.

Em 2006, foi eleito deputado federal por Minas Gerais na legenda do PFL, com 77.079. Empossado em fevereiro de 2007, ainda nesse ano o PFL mudou de nome para Democratas (DEM) e Penido seguiu o novo partido. Assumiu a terceira vice-presidência da Comissão de Minas e Energia em 2007 e no ano seguinte, tornou-se vice-líder do partido na Câmara. Presidente da Frente Parlamentar Municipalista, ainda em 2008, foi o relator em plenário da proposta de emenda à constituição nº 333, conhecida como PEC dos Vereadores, que trata dos limites de despesas e a composição da Câmara de Vereadores. A partir de 2008, atuou como titular da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural.

Disputou a eleição para a prefeitura de Nova Lima em 2008, mas foi derrotado pelo candidato à reeleição, o prefeito Carlos Roberto Rodrigues, do Partido dos Trabalhadores (PT). De volta à Câmara, passou a atuar como membro titular numa série de comissões especiais, como aquela destinada a debater o projeto de emenda constitucional 03/2007, que trata das férias coletivas de Juízes e Tribunais. Tornou-se ainda o primeiro vice-presidente da comissão especial destinada a debater o projeto de lei 1.927/2003, que trata da desoneração tributária do transporte. Entre outros, apresentou uma série de projetos de lei que indicam a criação de Centros Federais de Educação Tecnológica (CEFETs) em diversos municípios mineiros.

Ao longo de toda sua carreira política, continuou atuando como pecuarista, avicultor, comerciante e empresário rural.

 

Manoel Dourado Bastos

 

Fontes: CÂM. DEP. Deputados Brasileiros (Repertório 2007-2011), TSE Resultados das Eleições (2006, 2008), O Estado de Minas (13/07/2008), Folha de S. Paulo (29/05 e 11/08/2008), ASS. LEG. MG 20 anos da Constituição Mineira (acessado em 01/10/2009), portal Congresso em foco (17/09/2008, acessado em 01/10/2009).

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados