PETECÃO, Sergio

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: PETECÃO, Sergio
Nome Completo: PETECÃO, Sergio

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
PETECÃO, Sergio

PETECÃO, Sergio

* dep. fed. AC 2007-2011; sen. fed. AC 2011-.

 

Sergio de Oliveira Cunha, conhecido como Sergio Petecão, nasceu em 20 de março de 1960 em Rio Branco, filho de João Ferreira da Cunha e Raimunda de Oliveira Cunha.

Empresário, foi eleito em 1988, presidente do Sindicato do Comércio Varejista dos Derivados de Petróleo do Estado do Acre. Filiou-se ao Partido da Mobilização Nacional (PMN) em 1993. Em 1994 se elegeu deputado estadual pelo Acre, na legenda deste partido, vindo a se reeleger para mais duas legislaturas em seguida, em 1998 e em 2002. Presidiu a Mesa Diretora da Assembléia Legislativa do Estado do Acre de 1999 a 2007.

Um ano antes, em 2006, elegeu-se deputado federal na legenda do PMN. Na legislatura iniciada em fevereiro de 2007, foi titular da comissão da Amazônia, Integração Nacional e Desenvolvimento Regional (CAINDR), e da Comissão Mista de Planos, Orçamentos e Fiscalização(CMO). Ainda em 2007, votou favoravelmente à prorrogação, até 2011, da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), taxa cobrada sobre movimentações bancárias destinada à área de saúde e extinta no mesmo ano, depois que o Senado Federal não aprovou sua continuidade. 

Em 2008, candidatou-se à prefeitura de Rio Branco, sendo derrotado por Raimundo Angelim, candidato à reeleição pelo Partido dos Trabalhadores (PT). Na ocasião, recebeu 40.304 votos (equivalentes a 25,60% dos votos válidos), ficando com a segunda colocação no primeiro turno, quando o candidato petista foi reeleito com 50,82% dos votos.

De volta à Câmara, foi vice-presidente da CAINDR e integrou a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Energia Elétrica, que, em 2009, investigou a definição dos valores de taxas de energia elétrica cobrados no país, bem como a atuação da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL).

Nas eleições de Outubro de 2010, concorreu a uma das vagas em disputa para o Senado Federal pelo Acre. Recebeu quase 200 mil votos e logrou êxito no tento. A outra vaga de senador ficou com Jorge Viana, do PT, que havia recebido 205.593 votos.

Foi empossado no Senado em Fevereiro de 2011, quando assumiu a liderança do PMN. Em Outubro daquele ano, porém, deixou o partido para participar da fundação do Partido Social Democrático (PSD). Do novo partido, foi vice-líder no Senado até 2013, quando passou então à liderança.

Como parte de suas atividades, no Senado Federal, integrou a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), a Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização (CMO) e chegou à vice-presidênciada Comissão de Serviços de Infraestrutura, além de ter sido membro do Conselho de Ética. 

Técnico em contabilidade, formou-se no Complexo Escolar de Ensino Médio (CEMEC) de Rio Branco.

Foi condecorado com Espada Plácido de Castro pelo Governo do Estado do Acre em 2005 e com a Medalha da Inconfidência Mineira pela Assembléia Legislativa de Minas Gerais em 2004.


FONTES: Portal da Câmara dos Deputados. Disponível em: <http://www2.camara.gov.br>. Acesso em 22/05/2009; Portal G1 de Notícias. Disponível em: <http://g1.globo.com>. Acesso em 26/02/2014. Portal do Governo do Estado do Acre. Disponível em: <http://www.ac.gov.br>. Acesso em 28/05/2009; Portal do Senado Federal. Disponível em: <http://www.senado.gov.br>. Acesso em 26/02/2014.

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados