PICANÇO, Badu

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: PICANÇO, Badu
Nome Completo: PICANÇO, Badu

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
PICANÇO, Badu

PICANÇO, Badu

* dep. fed. AP 1999-2007

 

Hildemar Sousa de Azevedo Picanço nasceu em 24 de janeiro de 1963 em Belém, filho de Heitor de Azevedo Picanço e Helenita Sousa.

Bacharelou-se em ciências contábeis pelo Colégio Moderno faculdades Integradas (FICOM) em Belém em 1986.

Filiou-se ao Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) em 1997, e por esta legenda elegeu-se vereador da cidade de Macapá  em 1996.

Tornou-se deputado federal pelo Amapá nas eleições de 1998, na legenda do PSDB. Como deputado federal foi representante da Câmara na Reunião Extraordinária do Comitê Executivo da Conferência Parlamentar das Américas em Quebec no Canadá em 2001. Neste último ano migrou para o Partido Liberal (PL). No ano seguinte fez parte da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investigou denúncias de tráficos de animais e plantas.

Tentou reeleger-se em 2002, mas obteve apenas uma suplência. No entanto, foi efetivado no mandato de Deputado Federal para a legislatura 2003-2007, em 3 de janeiro de 2005, quando substituiu Antonio Nogueira, do Partido dos Trabalhadores (PT) do Amapá, que se elegera prefeito de Santana (AP) no ano anterior. No novo mandato, Picanço foi titular da comissão permanente de ciência, tecnologia, comunicação e informática, da comissão permanente de Defesa do Consumidor, Meio Ambiente e Minorias, assim como da de Direitos Humanos. Foi também presidente da comissão especial que investigou a crise no setor produtivo da borracha.

Em setembro de 2005 foi representante da câmara dos deputados no Foro Parlamentar Ibero-americano em Bilbao na Espanha.

Participou, em Dezembro de 2006, da fusão do Partido Liberal (PL) com o Partido da Reedificação da Ordem Nacional (PRONA), dando origem ao Partido da República (PR). Em Setembro de 2009, desligou-se do PR, tendo migrado para o Partido Progressista (PP) logo em seguida.

Por este partido, concorreu ao cargo de Deputado Federal nas eleições de Outubro de 2010, mas não obteve êxito.

 

FONTES: Portal Aprendiz. Disponível em: <http://aprendiz.uol.com.br>. Acesso em 26/10/2009; Portal da Câmara dos Deputados. Disponível em: <http://www2.camara.leg.br>. Acesso em 26/10/2009; Portal do Jornal Século Diário. Disponível em: <http://www.seculodiario.com>. Acesso em 26/10/2009; Portal Lists. Indymedia. Disponível em: <http://lists.indymedia.org>. Acesso em 31/10/2009; Portal Overmundo. Disponível em: <http://www.overmundo.com.br>. Acesso em 26/10/2009; Portal Movimento Voto Livre. Disponível em:  https://www.votolivre.org/movimento.html> Acesso em: 26/10/2009; Portal do Partido da República. Disponível em: <http://www.partidodarepublica.org.br>. Acesso em 26/10/2009; Portal Pró-Vida de Anápolis. Votação da destruição de embriões humanos: art. 5º do Projeto de Lei 2401/2003. Disponível em: <http://www.providaanapolis.org.br/>. Acesso em 29/10/2009; Portal Renctas. CPITRAFI – Relatório. Disponível em: <http://www.renctas.org.br/ >. Acesso em 26/10/2009; Portal Sua Cara. Disponível em: <http://www.suacara.com/c_l_t.htm>. Acesso em 30/10/2009; Portal do Tribunal Superior Eleitoral. Disponível em: <http://www.tse.jus.br>. Acesso em 03/07/2013.  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados