PIMENTA, Paulo

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: PIMENTA, Paulo
Nome Completo: PIMENTA, Paulo

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
PIMENTA, Paulo

PIMENTA, Paulo

*dep. fed. RS 2003-

 

Paulo Roberto Severo Pimenta nasceu em Santa Maria (RS), no dia 19 de março de 1965, filho de Paulo Roque Mello Pimenta e Rita Beatriz Severo Pimenta.

Entre 1983 e 1986, cursou agronomia na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), mas não concluiu o curso.

Paulo Pimenta iniciou suas atividades políticas ainda como estudante, filiando-se em 1985 ao Partido dos Trabalhadores. No ano seguinte, foi eleito vice-presidente da União Estadual de Estudantes do Rio Grande do Sul (UEE/RS), cargo que ocupou até 1987.

Nas eleições municipais de 1988, elegeu-se vereador em sua cidade natal, pela legenda do Partido dos Trabalhadores (PT). Entre 1990 e 1991 presidiu o diretório municipal do PT em Santa Maria, e no ano seguinte reelegeu-se vereador.

Em 1994, concluiu o curso de Comunicação Social e Jornalismo  na UFSM.

Em 1999, foi eleito deputado estadual, no Rio Grande do Sul. Na legislatura que se iniciou em 2000, presidiu na Assembléia Legislativa a CPI do crime organizado , criada para investigar o suposto envolvimento de parlamentares com o narcotráfico. Os trabalhos desta comissão foram concluídos após a identificação da existência de uma quadrilha, com ramificações em outros Estados brasileiros, envolvida com roubo de carga, lavagem de dinheiro e tráfico de drogas. Também em 2000 Pimenta venceu as eleições para a prefeitura de Santa Maria (RS), como vice-prefeito da chapa de Valdeci Oliveira (PT).

Em 2002 Paulo Pimenta foi eleito deputado federal. No ano seguinte, em setembro, viajou para os Estados Unidos e a África do Sul, a convite da empresa multinacional de produtos agrícolas, Monsanto, e da Embaixada dos Estados Unidos, para avaliar a produção de alimentos transgênicos nestes países. Dois meses depois, Paulo Pimenta apresentou à Câmara dos Deputados relatório sobre a medida provisória n°131/03, que autorizava  o plantio de soja transgênica e sua comercialização até o fim de 2004.

Em fevereiro de 2005, foi um dos coordenadores da campanha de Luiz Eduardo Greenhalgh (PT-SP) à presidência da Câmara dos Deputados, disputa vencida por Severino Cavalcanti, do então Partido Progressista (PP).

Também neste ano, em julho, Paulo Pimenta foi escolhido para ocupar a vice-presidência da CPI do Mensalão, que investigou as denúncias do deputado Roberto Jefferson, do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), sobre a suposta compra de votos de parlamentares da base aliada do governo pelo PT. Sua presença nesta comissão, no entanto, durou pouco tempo, pois já em agosto, viu-se obrigado a renunciar a ela, após ter sido acusado de ter mentido sobre a origem de informações sobre a conta do publicitário Marcos Valério Fernandes de Souza. Em seu lugar, foi escolhido o dep. Paulo Baltazar, do Partido Socialista Brasileiro (PSB).

O envolvimento de seu nome nas investigações da CPI do Mensalão, no entanto, não impediu a reeleição de Paulo Pimenta em 2006. Na legislatura que se iniciou, votou, em 2007, a favor da prorrogação da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), e a favor da criação da Contribuição Social para a Saúde (CSS), também conhecida como nova CPMF (jun./2008).

Em 2008, Pimenta concorreu à prefeitura de Santa Maria, recebendo então 39,12% dos votos válidos, o que lhe garantiu o 2° lugar no pleito. O candidato eleito, ainda no primeiro turno, foi Cezar Augusto Schirmer do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), com 53,98% dos votos.

Em 2009 foi relator da CPI da Violência Urbana, criada para discutir as causas da criminalidade no Brasil e sugerir medidas  para seu combate.  Participou ainda, em setembro de 2009, da comissão enviada a Honduras para avaliar a situação do presidente deposto Manuel Zelaya, que se refugiara na embaixada brasileira, de onde continuava a fazer discursos e comandar seus correligionários.

 

 

FONTES: Folha de S.Paulo (online). Disponível em : <http://www1.folha.uol.com.br>. Acesso em : 21 out. 2009; Portal da Assembléia Legislativa do Rio Grande do Sul. Relatório Final da Comissão Parlamentar de Inquérito do Crime Organizado. Disponível em : <http://www.al.rs.gov.br/Download/CPI_Crime_Organizado/Relat%C3%B3rio_final _da_cpi_do_crime_organizado.htm>. Acesso em : 21 out. 2009; Portal da Câmara dos Deputados. Disponível em : <http://www2.camara.gov.br>. Acesso em : 21 out. 2009; Portal do dep. fed. Paulo Pimenta. Disponível em : <http://www.paulopimenta.com.br>. Acesso em : 21 out. 2009; Portal do TRE-RS. Disponível em : <http://www.tre-rs.gov.br>. Acesso em : 21 out. 2009.

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados