RABELO, Eugênio

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: RABELO, Eugênio
Nome Completo: RABELO, Eugênio

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
RABELO Eugênio revisto2

RABELO, Eugênio

*dep. fed. CE 2007-2011.

 

 Eugênio Rabelo nasceu no município de Morada Nova , CE, no dia 15 de maio de 1956, filho de Antônio Lino Rabelo e Francisca Amélia Rabelo.

  Servidor público e empresário, tornou-se técnico em edificações pelo Centro de Educação Tecnológica do Ceará (CEFET/CE), antiga Escola Técnica Federal do Ceará. Em 1977 ocupou o cargo de auxiliar de engenharia pelo município de Fortaleza.

Ingressou na vida política em 1996 ao eleger-se prefeito de Ibicuitinga (CE), na legenda do Partido Social Democrata (PSD), sendo reeleito no pleito de 2000 ainda pelo mesmo partido.

Transferindo-se em 2003 para o Partido Progressista (PP), fundou o núcleo do partido no seu município natal, para onde transferiu seu domicílio eleitoral. Por esse partido candidatou-se sem êxito à prefeitura de Morada Nova (CE) em 2004.

No pleito de 2006 elegeu-se deputado federal pelo Ceará. Assumindo sua cadeira na Câmara em fevereiro de 2007, integrou como titular a comissão permanente de Turismo e Desporto e, em junho de 2008, a comissão especial sobre o projeto de lei que alterava a  chamada “Lei Pelé”, que regulamenta as relações entre clubes e atletas profissionais de futebol. Nesse mesmo mandato foi membro das frentes parlamentares de Esportes, Saúde, Políticas Públicas de Juventude, Integração de Bacias Hidrográficas do Nordeste, Municipalista, da Micro e Pequena Empresa, pela Reforma Política com participação popular e Defesa da Vida contra o Aborto. 

Em 2002 conquistou o Selo do Fundo das Nações Unidas para a Infância, UNICEF, na categoria “Município Aprovado”, pelos seus esforços na melhoria da qualidade de vida de crianças e adolescentes em sua gestão na prefeitura de Ibicuitinga e a Medalha Airton Senna, dada em 2006 pela Câmara Municipal de Fortaleza como forma de reconhecer relevantes serviços prestados ao desporto no âmbito da capital cearense.

Em Abril de 2009, reportagem do jornal Folha de São Paulo apurou o uso indevido de passagens aéreas da cota parlamentar pelo deputado, que teria cedido uma parte dos bilhetes aos quais tinha direito para uma delegação de clube de futebol. Na ocasião, em nota, Rabelo responsabilizou uma servidora de seu gabinete, uma comissão de sindicância foi aberta e o parlamentar foi inocentado da acusação.

No ano seguinte, lançou candidatura a um novo mandato nas eleições de Outubro de 2010, mas teve o registro negado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE), em função de um parecer do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) que reprovou a prestação de contas relativas ao período no qual foi prefeito de Ibicuitinga. Com isso, deixou a Câmara ao fim do mandato, em Janeiro de 2011. Passou a exercer a função de assessor da secretaria das cidades do governo estadual cearense, e, em Setembro de 2012, foi convidado pelo governador Cid Gomes e assumiu a secretaria estadual de esportes.

Foi ainda vice-presidente do diretório regional do PP no Ceará.



FONTES: CÂM. DEP. Deputado; Folha de S. Paulo (26/10/2004); Portal Congresso em Foco. Disponível em: <http://www.congressoemfoco.uol.com.br>. Acesso em 13/08/2014; Portal Diário do Nordeste. Disponível em: <http://www.diariodonordeste.verdesmares.com.br>. Acesso em 13/08/2014; Portal Folha de S. Paulo. Disponível em: <http://www.folha.uol.com.br>. Acesso em 27/10/2009 e 13/08/2014; Portal G1 de Notícias. Disponível em: <http://www.g1.globo.com/politica>. Acesso em 13/08/2014; Portal da Secretaria do Esporte do Ceará. Disponível em: <http://www.esporte.ce.gov.br>. Acesso em 13/08/2014; Portal do TSE. Disponível em: <http://www.tse.gov.br>. Acesso em 27/10/2009 e 19/08/2014.

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados