RAIMUNDO RODRIGUES BOGEA

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: BOGÉA, Raimundo
Nome Completo: RAIMUNDO RODRIGUES BOGEA

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
BOGÉA, RAIMUNDO

BOGÉA, Raimundo

*dep. fed. MA 1967-1971.

 

Raimundo Rodrigues Bogéa nasceu em Grajaú (MA) no dia 24 de outubro de 1918, filho de Pedro Fernandes Bogéa e de Antônia Rodrigues Bogéa. Seu primo Antenor Américo Mourão Bogéa foi constituinte de 1946 e deputado federal pelo Maranhão de 1946 a 1955.

Eleito em outubro de 1950 deputado à Assembléia Legislativa do Maranhão na legenda do Partido Social Trabalhista (PST), exerceu o mandato de fevereiro de 1951 a janeiro de 1955. Tornou a se eleger deputado estadual no pleito de outubro de 1958, dessa vez na legenda das Oposições Coligadas, que reuniam a União Democrática Nacional (UDN), o Partido Democrata Cristão (PDC) e o Partido Republicano (PR). Em 1959 bacharelou-se em ciências jurídicas e sociais pela Faculdade de Direito do Maranhão.

Reeleito em outubro de 1962 na legenda do Partido Social Democrático (PSD), após a vitória do movimento político-militar de 31 de março de 1964 que depôs o presidente João Goulart (1961-1964), a extinção dos partidos políticos pelo Ato Institucional nº 2 (27/10/1965) e a posterior instauração do bipartidarismo, filiou-se à Aliança Renovadora Nacional (Arena), partido de apoio ao regime militar vigente no país, em cuja legenda foi eleito deputado federal pelo Maranhão no pleito de novembro de 1966.

Concluindo seu mandato na Assembléia Legislativa maranhense em janeiro de 1967, no mês seguinte assumiu uma cadeira na Câmara dos Deputados. Devido à constatação de que era portador do mal de Alzheimer, Raimundo Bogéa não concorreu à reeleição no pleito de novembro de 1970. Permaneceu no Legislativo Federal até o fim de janeiro do ano seguinte, quando se encerraram o seu mandato e a legislatura.

Desiludido com os rumos que o país havia tomado após a instauração do Ato Institucional nº 5 (AI-5), em 1968, e abalado com a morte de seu pai - seu maior incentivador na vida pública – em junho de 1971, decidiu afastar-se da política, não concorrendo mais a nenhum cargo eletivo. Ainda neste ano, transferiu-se para Goiás, estado no qual permaneceu até 1973, retornando em seguida para São Luís, onde ainda residia em outubro de 2009.

Casou-se com Graça de Maria Morais Bogéa, com quem teve quatro filhos.

FONTES: CÂM. DEP. Deputados; CÂM. DEP. Deputados brasileiros. Repertório (1967-1971); INF. FAM.; TRIB. SUP. ELEIT. Dados (8).

 



Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados