SARDELLI, Chico

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: SARDELLI, Chico
Nome Completo: SARDELLI, Chico

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
SARDELLI, Chico

SARDELLI, Chico

*dep. fed. SP 2000-2003; 2005-2006, 2007.

 

Francisco Antônio Sardelli nasceu em Americana (SP) no dia 26 de junho de 1956, filho de Vincezo Sardelli e de Tereza Pulcini Sardelli.

Formado em administração de empresas pelo Instituto de Ciências Sociais de Americana, ingressou no curso de direito da Universidade Metodista de Piracicaba (SP), mas não chegou a concluí-lo. Entre 1983 e 1984, fez os cursos Custos e Produção e Administração na Universidade de Campinas (UNICAMP), também no estado de São Paulo. Nesse último ano, cursou administração financeira em Roma. Em 1985, realizou o curso de Produção e Comercialização em Los Angeles, nos Estados Unidos.

Proprietário e diretor administrativo da Americana Via Direta, e da Indústria e Confecções Sardelli Ltda. Foi ainda fundador e presidente da Liderança Cristã de Americana, foi presidente do Rio Branco Esporte Clube, de Americana, de 1989 a 1991, e vice-presidente regional da Federação Paulista de Futebol.

Iniciou sua trajetória política em 1998 quando se candidatou a deputado federal por São Paulo na legenda do Partido da Frente Liberal (PFL). Apoiado pelo ex-prefeito de Americana Adbo Najar, conquistou uma suplência. Nas eleições de 2000, concorreu a prefeito de Americana, sempre na legenda do PFL, não obteve êxito.

Em junho de 2000, assumiu o mandato de deputado federal. Em janeiro de 2001 foi efetivado no cargo. Nesse mesmo ano, participou da CPI da Nike, que investigou o envolvimento da multinacional com a Confederação Brasileira dos Desportos (CBF). Nesse mesmo ano, Sardelli liderou uma frente parlamentar de deputados federais que apurou denúncia feita por empresários de Americana de prática de dumping (venda de produtos abaixo do preço do mercado) por empresas têxteis sul-coreanas no país, cujo consulado e empresários daquele país negaram as acusações. Em outubro de 2002, concorreu a reeleição, obtendo mais uma vez uma suplência. Deixou a Câmara dos Deputados em janeiro de 2003.

Ainda nesse ano, foi nomeado chefe do escritório do governo de São Paulo em Brasília, função que exerceu até 2004 quando desincompatibilizou-se para disputar mais uma vez a prefeitura de Americana, sem lograr êxito.

Em abril de 2005, voltou à Câmara dos Deputados, permanecendo no exercício do mandato até março de 2006. No pleito de outubro desse último ano, Em 2006, foi eleito deputado estadual no estado de São Paulo agora na legenda do Partido Verde (PV). Reassumiu o mandato de deputado federal em 1° de janeiro de 2007, no lugar de Xico Graziano, e participou das comissões de Finanças e Tributação; Legislação Participativa e Defesa do Consumidor. Deixou a Câmara no dia 31 desse mesmo mês, ao final da legislatura.

Em fevereiro tomou posse na Assembleia Legislativa de São Paulo. Em 2008, tornou-se líder do PV. Ainda nesse ano, em outubro, voltou a tentar a eleição para prefeito de Americana desta vez pelo PV, e novamente não foi eleito.

Casado com Lionela Ravera Sardelli, teve um filho.

Orson Camargo

 

Fontes: Site da Câmara dos Deputados <www.camara.gov.br> acesso em 30/10/2009. Site da Fundação Seade-SP <www.seade.gov.br> 31/10/2009. Folha de S. Paulo, 16/06/2000, 26/06/2000, 05/02/2001, 02/05/2001, 04/05/2001, 27/04/2005, 28/01/2007. Disponível em <www.folha.uol.com.br> acesso em 09/11/2009. Site do deputado Chico Sardelli <www.chicosardelli.com.br> acesso em 09/11/2009.

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados