SCHIRMER, César

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: SCHIRMER, César
Nome Completo: SCHIRMER, César

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
Nome Civil: CEZAR AUGUSTO SCHIRMER

SCHIRMER, César

* dep.fed. RS 1999-2007, 2008.

 

                César Augusto Schirmer nasceu em Santa Maria (RS) no dia 23 de fevereiro de 1952, filho de Célio Schirmer e de Bruneta Vilma Segabinazzi Schirmer.

                Deu início à sua atuação política em 1972, filiando-se ao Movimento Democrático Brasileiro (MDB), partido de oposição ao regime militar instaurado no Brasil em abril de 1964. Ainda em 1972, com apenas 20 anos, elegeu-se à Câmara Municipal de Santa Maria, no pleito realizado em novembro. Vereador mais jovem então eleito nesta cidade, assumiu seu mandato em janeiro seguinte.

Em novembro de 1974, elegeu-se deputado estadual pelo MDB gaúcho. Neste mesmo ano, graduou-se em direito pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), instituição na qual também estudou ciências econômicas, sem, no entanto, concluir o curso. Empossado no Legislativo Estadual em fevereiro de 1975, tornou a se candidatar à Assembléia gaúcha nas eleições de novembro de 1978. Reeleito deputado estadual pelo MDB, assumiu o cargo em fevereiro do ano seguinte.

Com a extinção do bipartidarismo em novembro de 1979 e a conseqüente reformulação partidária, filiou-se, no início da década de 1980, ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), sucessor do MDB. Nesta legenda, reelegeu-se deputado estadual em novembro de 1982, sendo empossado em fevereiro do ano seguinte.

Assumiu a presidência do Diretório Regional do PMDB gaúcho em 1985 e, no ano seguinte, elegeu-se deputado nas eleições estaduais constituintes realizadas em novembro. Assumindo sua cadeira em fevereiro de 1987, neste mesmo ano licenciou-se do mandato para assumir a Secretaria de Fazenda do Estado do Rio Grande do Sul e, a partir de 1989, a Secretaria Extraordinária para Assuntos da Casa Civil, ambas no governo de Pedro Simon (1987-1990).

Em 1990, Schirmer deixou a presidência do Diretório Regional do PMDB e, em outubro deste mesmo ano, candidatou-se novamente a deputado estadual. Eleito para seu quinto mandato consecutivo, tomou posse em fevereiro seguinte. Em outubro de 1992, candidatou-se a prefeito de Porto Alegre na coligação formada pelo PMDB e o Partido Comunista do Brasil (PCdoB), sendo derrotado no 2° turno realizado em novembro pelo candidato do Partido dos Trabalhadores (PT), Tarso Genro. Em 1993, assumiu novamente a presidência do Diretório Regional do PMDB, exercendo esta função até o ano seguinte.

Concluído o mandato de deputado estadual em janeiro de 1995, assumiu em seguida a Secretaria de Agricultura e do Abastecimento do Rio Grande do Sul no governo de Antônio Brito (1995-1998), cargo no qual permaneceu até 1998.

Vice-presidente nacional do PMDB, no pleito de outubro deste último ano elegeu-se deputado federal com 89.156 votos na coligação formada pelo PMDB, Partido da Frente Liberal (PFL), Partido Republicano Progressista (PRP), Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) e Partido Social Cristão (PSC), sendo empossado em janeiro de 1999. 

Candidatou-se à prefeitura de Santa Maria em outubro de 2000 na coligação composta pelo PMDB e o Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), mas foi derrotado por Valdeci Oliveira, representante da coligação composta pelo PT, PCdoB e Partido Socialista Brasileiro (PSB).

Reeleito deputado federal em outubro de 2002 pela coligação PMDB e Partido Humanista Social (PHS) com 86.647 votos, assumiu o seu segundo mandato na Câmara em janeiro seguinte. Em agosto de 2003, Schirmer votou contrariamente ao Projeto de Emenda Constitucional (PEC) do governo federal que previa, entre outras medidas, a adoção da contribuição dos inativos e a instituição de um teto salarial para as  aposentadorias dos servidores públicos. Também no mesmo ano, deixou a vice-presidência do PMDB. Durante a legislatura 2003-2007, ocupou a terceira vice-presidência da Comissão de Desenvolvimento Urbano da Câmara, além de integrar a Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Em outubro de 2004, disputou mais uma vez a prefeitura de Santa Maria na legenda peemedebista, perdendo novamente para Valdeci Oliveira por uma diferença de menos de 1% dos votos válidos.

Em outubro de 2005, como integrante do Conselho de Ética da Câmara, foi nomeado relator no processo de cassação por quebra de decoro parlamentar do ex-presidente da Casa, João Paulo Cunha, do PT de São Paulo, citado nos relatórios das comissões parlamentares de inquérito (CPIs) dos Correios e do Mensalão. A primeira fora criada ainda em maio para apurar denúncias de irregularidades na Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos envolvendo o deputado federal Roberto Jefferson, do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) do Rio de Janeiro. A segunda foi criada para investigar a existência do suposto "mensalão", esquema que envolveria altos escalões da administração federal e no qual deputados de partidos da base aliada do Governo de Luís Inácio Lula da Silva (2003-2011) receberiam uma quantia mensal em dinheiro para aprovar matérias no Congresso favoráveis ao governo. Segundo Jefferson, autor da denúncia, o operador financeiro do esquema do “mensalão” seria o empresário mineiro Marcos Valério, cabendo ao tesoureiro do PT, Delúbio Soares, a distribuição da propina entre os congressistas. Ao final de 120 dias de investigações, as CPIs  chegaram ao fim sem concluir seus trabalhos, não tendo ocorrido a votação de um relatório final para os casos. Lamentando a absolvição de João Paulo Cunha na Câmara no início de abril de 2006, Schirmer decidiu se afastar do conselho.

                Tentou mais um mandato federal no pleito de outubro de 2006, sempre na legenda do PMDB, mas, desta feita, com apenas 24.064 votos, obteve uma suplência. Deixou com isso a Câmara em 31 de janeiro de 2007, ao findar o seu mandato. Durante a nova legislatura (2007-2011), ocupou uma cadeira na Câmara como suplente nos períodos de 8 de fevereiro a 11 de novembro de 2008 e de 24 de novembro a 29 de dezembro de 2008, substituindo nas duas ocasiões o deputado Osmar Gasparini Terra (PMDB), licenciado para ocupar o cargo de Secretário de Saúde do Rio Grande do Sul no governo de Ieda Crusius (2007- ). Ainda nesta legislatura , Schirmer integrou como titular as comissões de Finanças e Tributação e de Constituição e Justiça e de Redação; como titular, participou da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

                Em outubro de 2008, candidatou-se pela terceira vez à prefeitura de Santa Maria na coligação formada por PMDB, PSDB, Democratas (DEM), Partido Progressista (PP), Partido Popular Socialista (PPS), Partido Verde (PV) e Partido Trabalhista Nacional (PTN). Finalmente eleito com 80.989 votos, derrotou na ocasião o candidato do PT, Paulo Pimenta. Assumiu o mandato em janeiro do ano seguinte.

                Casou-se com Maria de Fátima Billig Schirmer, com quem teve três filhas.

 

Marcia Gomes

 

 

FONTES: Congresso em Foco. Disponível em : <http://congressoemfoco.ig.com.br>. Acesso em : 01 set. 2009; Folha de S.Paulo (online) 01 set. 2005 e 06 abr. 2006. Disponível em : <http://www.folha.uol.com.br>. Acesso em : 01 set. 2009; Portal da Câmara dos Deputados. Disponível em : <http://www.camara.gov.br>. Acesso em : 01 set. 2009; Portal do TRE – RS. Disponível em : <http://www.tre-rs.gov.br>. Acesso em : 01 set. 2009; Portal do TSE. Disponível em : <http://www.tse.gov.br>. Acesso em : 01 set. 2009; Veja Agora (online) 08 mar. 2006. Disponível em : < http://www.jornalvejaagora.com.br>. Acesso em : 01 set. 2009 ; Zero Hora (online) 04 jul. 2008. Disponível em : <http:// zerohora.clicrbs.com.br>. Acesso em : 01 set. 2009.

 

 

 

 

 

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados