SÉRGIO, Luís

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: SÉRGIO, Luís
Nome Completo: SÉRGIO, Luís

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
ALENCAR, Chico

SÉRGIO, Luís

*dep. fed. RJ 1999-

 

Luís Sérgio Nóbrega de Oliveira nasceu em Angra dos Reis (RJ) no dia 9 de abril de 1958, filho de José de Oliveira e de Esolina Nóbrega de Oliveira.

Iniciou sua militância política em 1979 na Ação Católica Operária e nas Comunidades Eclesiais de Base, entidades ligadas aos movimentos sociais da Igreja Católica. Em 1980 foi um dos signatários do Manifesto do Partido dos Trabalhadores, também conhecido como Carta de São Bernardo, considerado um dos documentos fundadores do Partido dos Trabalhadores (PT). Em 1981 formou-se em mecânica na Escola Técnica do Rio de Janeiro e dois anos depois concluiu os cursos de leitura e interpretação de desenho mecânico e naval (delineador naval) no Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). Estudou também na Escola de Formação Profissional do Estaleiro Verolme – atual BrasFELS.

Com ativa atuação no movimento sindical, fez parte da chapa vencedora das eleições para o Sindicato dos Metalúrgicos em 1984. Três anos depois, foi eleito presidente do sindicato. Exerceu a função até 1988 e, nas eleições de novembro daquele ano, candidatou-se a vice-prefeito de Angra dos Reis, na chapa encabeçada por Neirobis Nagae, também do PT, que saiu vitoriosa. No pleito municipal de outubro de 1992 foi lançado candidato à sucessão de Nagae e foi eleito prefeito. Em 1995 passou a integrar o diretório regional do PT. Nas eleições municipais de outubro de 1996, fez o sucessor, seu vice-prefeito José Marcos Castilho. As administrações petistas em Angra foram marcadas por investimentos em projetos sociais que alcançaram reconhecimento nacional e internacional. Luís Sérgio deixou a prefeitura de Angra dos Reis em dezembro de 1996 e no ano seguinte ocupou o cargo de secretário de organização do diretório municipal do PT.

Nas eleições de outubro de 1998, concorreu a deputado federal pelo estado do Rio de Janeiro na legenda petista. Eleito, assumiu o mandato em fevereiro de 1999, foi vice-líder de seu partido e integrou a Comissão de Minas e Energia da Câmara dos Deputados. Nessa legislatura, votou contra a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e a favor da prorrogação da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF).

Reeleito em outubro de 2002, iniciou novo mandato em fevereiro seguinte e ocupou mais uma vez a vice-liderança do PT na Câmara dos Deputados. Participou ainda da Comissão de Minas e Energia, e da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional. Membro da base de sustentação do governo de Luís Inácio Lula da Silva (2003- ), votou a favor das propostas de reforma da Previdência e tributária.

Nas eleições de outubro de 2006 foi mais uma vez eleito deputado federal pelo estado do Rio de Janeiro na legenda petista. Assumiu seu terceiro mandato em fevereiro de 2007 e foi escolhido líder da bancada do PT na Câmara dos Deputados. Nessa legislatura foi titular do Conselho de Ética da Câmara, da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional, e da Comissão de Viação e Transportes.

Andre Viana Dantas

 

FONTES: Portal da Câmara dos Deputados. Disponível em : <http://www2.camara.gov. br/deputados>; Portal do dep. fed. Luiz Sérgio. Disponível em : <http://www.luizsergio. com.br>.

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados