TEIXEIRA, Professora Raquel

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: TEIXEIRA, Professora Raquel
Nome Completo: TEIXEIRA, Professora Raquel

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
TEIXEIRA, Raquel

TEIXEIRA, Professora Raquel

* dep. fed. GO 2003-

 

                Raquel Alessandri Figueiredo Teixeira nasceu em Goiânia, no dia 24 de novembro de 1946, filha do cardiologista Clovis Figueiredo. Seu pai foi pioneiro da medicina em Goiás e sua mãe uma das fundadoras da Irradiação Espírita Cristã.

Tornou-se docente da Universidade Federal de Goiás (UFG) no ano de 1970, assumindo cargo de direção entre os anos de 1989 e 1994 do Instituto de Ciências Humanas e Letras e, de 1994 a 1998, atuando como assessora da Reitoria da UFG para Assuntos Internacionais. Lecionou também na Universidade de Brasília entre 1970 e 1978.

                Iniciou trajetória político-partidária em 1998, quando coordenou o plano de educação para o programa de gestão do então candidato a governador Marconi Perillo, do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), que se elegeu. No início de 1999 a professora Raquel assumiu o cargo de secretária de Educação de Goiás, onde ficou até 2001. Durante esse período alguns programas ligados à educação como o Bolsa Universitária, o Salário Escola, a formação de professores através de cursos parcelados de licenciatura e a instituição de eleições diretas para diretores de escolas estaduais, tornaram-se prioridade entre as ações governamentais.

Em 2002, pleiteou vaga na Câmara dos Deputados pelo PSDB, sendo eleita com 126.854 votos, a terceira maior votação no estado. No ano de 2005, licenciou-se do mandado de deputada federal para assumir a Secretaria de Ciência e Tecnologia do Governo de Goiás, na segunda gestão de Marconi Perillo.

Em 2005 seu nome foi envolvido no episódio formado pelas denúncias sobre oferecimento de vantagens ilícitas para parlamentares votarem matérias de interesse do Governo Luis Inácio Lula da Silva (2003-2011), caso que ficou conhecido pelo nome de “mensalão”. O senador Marconi Perillo afirmou então ter alertado ao presidente Lula de que o esquema tornara-se rotineiro e o exemplificara com a denúncia de uma abordagem do deputado governista Sandro Mabel, do Partido Liberal (PL-GO), junto à deputada para que ela saísse da oposição e ingressasse em partido da base governista. Raquel Teixeira confirmou a ocorrência da proposta, o que resultou na abertura de processo e julgamento de Mabel pela Comissão de Ética da Câmara, no qual foi absolvido.

 

                Raquel Teixeira reelegeu-se para a Câmara dos Deputados nas eleições de 2006, com 83.398 votos. Em abril de 2007 outra vez licenciou-se do mandato de deputada federal para compor a equipe de primeiro escalão do governo goiano, na gestão de Alcides Rodrigues (2006-  ), agora como secretária de Cidadania do Estado de Goiás. Permaneceu no cargo até junho de mesmo ano.

                Em agosto de 2008 sofreu grave acidente automobilístico na rodovia GO-164, entre as cidades goianas de Mossâmedes e Sanclerlândia, o que forçou a paralisação de suas atividades parlamentares. O retorno ao mandato somente ocorreu no ano de 2009, quando assumiu a vice-liderança do PSDB na Câmara dos Deputados.

Graduou-se em Letras pela Universidade de Brasília (UnB), onde também fez seu mestrado. Especializou-se em línguas indígenas brasileiras pela UFG, e doutorou-se em Lingüística pela Universidade da Califórnia, Berkeley, nos Estados Unidos, tendo feito ainda estágio pós-doutoral em Língua e Cultura na Escola de Altos Estudos de Paris. Além do ensino e da administração universitária, desenvolveu atividades acadêmicas como presidente da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Letras e Linguística (Anpoll). Integrou também o Conselho Nacional de Educação, foi relatora das Diretrizes Curriculares para a Formação em Nível Superior de Professores de Educação Básica, e presidiu o Conselho Nacional dos Secretários Estaduais de Educação (CONSED), quando atuou na implementação do Plano Nacional de Educação, de ações de Políticas de Educação Especial e de Educação Profissional.

Suas atividades partidárias incluíram ainda as diretorias de Estudos e Pesquisas e de Formação Política do Instituto Teotônio Vilela, do PSDB, e a direção regional do PSDB Mulher.

Casou-se com o arquiteto Alládio Teixeira Álvares Júnior, com quem teve três filhos e cinco netos.

 

               

 

FONTES: Portal da Câmara dos Deputados. Disponível em : <http://www2.camara.gov.br/ internet/deputados/biodeputado/index.html?nome=PROFESSORA+RAQUEL+TEIXEIRA&leg=53>. Acesso em : 22 out. 2009; UOL Eleições. Disponível em : <http://eleicoes. uol.com.br>. Acesso em : 22 out. 2009.

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados