Thiago Peixoto

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: PEIXOTO, Thiago
Nome Completo: Thiago Peixoto

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:

PEIXOTO, Thiago

*dep. fed. GO 2011-2015; 2015-

 

Thiago Peixoto nasceu no dia 22 de julho de 1974, sendo filho de Flavio Rios Peixoto da Silveira, ex-secretário de Estado de Goiás e ex-ministro de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente (1985-86), e de Denise Mello Peixoto da Silveira.

Entre os anos de 1993 e 1997, realizou a graduação em Economia, pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Cursou ainda uma pós-graduação em Gestão e Projetos, pela Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos. Dentre as funções que exerceu em sua vida profissional, foi analista de Recebíveis e Fundos Imobiliários em uma companhia hipotecária de São Paulo; diretor geral de uma distribuidora de bebidas de Joinville-SC; e analista de mercados em países em desenvolvimento de uma empresa de consultoria sediada em São Francisco, nos EUA. Foi membro do conselho da Fundação Ulysses Guimarães; presidente da ONG Via-Ativa; diretor adjunto da Associação Comercial do Estado de Goiás; colaborador do jornal O Popular (GO); além de 2° secretário do Diretório Estadual do PMDB em Goiás.

Entrou na vida política ao atuar como assessor de marketing do ex-senador Mauro Miranda (PMDB-GO), cujo mandato estendeu-se de 1995 a 2003. No ano de 2002, integrou a equipe de comunicação da campanha majoritária do PMDB, tendo colaborado com os candidatos Maguito Vilela, Iris Rezende e Mauro Miranda (os dois últimos para o Senado, sem, no entanto, vencer a eleição).

Em 2004, assumiu a coordenação de marketing e comunicação da campanha de Iris Rezende para a prefeitura de Goiânia, logrando a sua eleição no pleito do mesmo ano. Candidatou-se, com êxito, em 2006, a uma vaga na Assembleia Legislativa do Estado de Goiás, quando obteve 38.096 votos. Empossado deputado estadual em 2007, no ano seguinte veio a ocupar o cargo de secretário de governo da Prefeitura de Goiânia, a convite do prefeito Iris Rezende. Enquanto deputado teve como motes de seu mandato a educação e a questão ambiental, tendo apresentado projetos de lei referentes à inclusão digital de jovens residentes em áreas rurais, bem como de combate ao bullying como parte do projeto pedagógico das escolas, e do estabelecimento de diretrizes para o sistema de educação estadual. Atuou também na organização de eventos como um seminário internacional sobre reforma educacional e também um acerca de ações para mitigação de mudanças climáticas. E, foi representante da Assembleia Legislativa do Estado de Goiás na 16ª Conferência sobre Mudanças Climáticas da ONU, realizada em Cancun (México) em dezembro de 2010.

Nas eleições de Outubro de 2010, concorreu a novo mandato, desta vez, no Legislativo Federal, para o qual foi eleito 90.179 votos. Foi empossado na Câmara dos Deputados em Fevereiro de 2011. No mesmo ano, desligou-se do PMDB e migrou para o recém-fundado Partido Social Democrático (PSD). Por diversas vezes nesta legislatura, licenciou-se para assumir provisoriamente o cargo de Secretário de Educação de Goiás, que tinha como governador Marconi Perillo, do PSDB. Durante o  período, o referido Estado teve grande avanço no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, passando da 16ª posição, em 2007, para o primeiro lugar no ranking nacional para a 3ª Série do Ensino Médio, em 2013. Além disso, em março de 2011, foi laureado com o Prêmio “Os Mais Influentes da Política em Goiás”.

Na vigência de seu mandato de deputado federal, em 2013, integrou, enquanto titular, a Comissão Permanente de Educação e também a de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática. Atuou ainda na Comissão Especial que analisou o PL-7420/2006, referente à Lei de Responsabilidade Educacional, e na Comissão Mista do Congresso que debateu acerca das Mudanças Climáticas e possíveis medidas correspondentes à pauta. Nesta legislatura, apresentou alguns projetos de lei, tal qual o PL-4775/2012, relativo ao estabelecimento de um percentual mínimo de 10% na distribuição de moradias populares a ser destinado aos portadores de deficiência física que percebam menos que cinco salários mínimos, e também o PL-8285/2014, que propôs a instituição de exame de proficiência como condição para o registro de médicos nos Conselhos Regionais de Medicina.

Foi reeleito em 2014, já pelo PSD, tendo recebido 79 mil votos. Empossado novamente em Fevereiro de 2015, apresentou, nos primeiros dias da nova legislatura o PL de número 168/2015, que tratava da proibição de cobrança adicional de deslocamento por parte das operadoras de telefonia móvel que oferecessem cobertura em território nacional, bem como o de número 169/2015, que propunha a isenção de alguns tributos incidentes sobre a venda e importação de medicamentos inclusos nas relações do Sistema Único de Saúde (SUS).

Na sequencia, licenciou-se do novo mandato na Câmara para então assumir o cargo de secretário de gestão e planejamento do estado de Goiás, novamente a convite do governador Marconi Perillo.

Casou-se com Paula Barreto Peixoto da Silveira.

 

FONTES: CÂM. DEP. Repertório (2011-2015; 2015-2019); Portal Contato Comunicação. Disponível em: <http://www.contatocomunicacao.com.br/premios/os-mais-influentes-na-politica-em-goias/>. Acesso em: 25/08/2015; Portal da Assembléia Legislativa do Estado de Goiás. Disponível em: <http://al.go.leg.br/>. Acesso em: 25/08/2015; Portal da Câmara dos Deputados. Disponível em: <http://www2.camara.leg.br/>. Acesso em: 25/08/2015; Portal da Secretaria de Gestão e Planejamento do Estado de Goiás. Disponível em: <http://www.segplan.go.gov.br/>. Acesso em: 26/08/2015; Portal pessoal do deputado Thiago Peixoto. Disponível em: <http://www.thiagopeixoto.com.br/>. Acesso em: 24/08/2015; Portal do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Disponível em: <http://ideb.inep.gov.br/>. Acesso em: 26/08/2015; Portal do Ministério do Meio Ambiente. Disponível em: <http://www.mma.gov.br/>. Acesso em: 26/08/2015; Portal PSD na Câmara. Disponível em: <http://psdcamara.org.br/>. Acesso em: 26/08/2015; Portal do Senado Federal. Disponível em: <http://www.senado.gov.br/>. Acesso em: 25/08/2015; Portal do Tribunal Superior Eleitoral. Disponível em: http://www.tse.jus.br/>. Acesso em: 26/08/2015.

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados