VANDERLEI VALIM DA SILVA

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: VALIM, Vanderlei
Nome Completo: VANDERLEI VALIM DA SILVA

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
VALIM, VANDERLEI

VALIM, Vanderley

*gov. DF 1990.

 

Vanderley Valim da Silva nasceu em Ituverava (SP) no dia 12 de agosto de 1936, filho de José Cirilo da Silva e de Anésia Rosa de Jesus.

Iniciou a formação primária em Pedregulho (SP), estudando no Grupo Escolar Artur Belém Júnior de 1947 a 1949. Um ano depois, fixou residência em Goiânia, onde realizou o curso de admissão e, entre 1951 e 1954, o ginasial, ambos no Ginásio Ateneu Dom Bosco. Permanecendo na capital goiana, deu início, em 1955, ao científico no Colégio Estadual de Goiás, concluindo-o em 1957. De volta a São Paulo, freqüentou no ano seguinte o curso preparatório no Anglo-Latino e foi aprovado no vestibular da Escola de Engenharia da atual Universidade Federal do Rio de Janeiro, onde ingressou em 1959.

De 1962 a 1963, atuou como estagiário na área de metalurgia da Companhia Siderúrgica Nacional. Ainda em 1963, formou-se em engenharia metalúrgica e civil. No ano seguinte, assistiu aos cursos de controle tecnológico de solos e concreto e ao de estudo de reforço de fundações no Instituto de Pesquisas Tecnológicas de São Paulo.

Estabelecendo-se definitivamente em Brasília em 1967, em 1977 tornou-se diretor do Sindicato da Indústria da Construção Civil de Brasília, cargo no qual permaneceu até 1986. Nesse ano foi alçado à presidência do órgão, função que desempenharia até 1989.

Em 1988, Valim esteve à frente da Secretaria de Viação e Obras do Distrito Federal na gestão do governador Joaquim Roriz (1988-1990). Em agosto do ano seguinte, assumiu a vice-governança brasiliense, tornando-se chefe do Executivo em março de 1990, quando Roriz, já indicado para assumir o Ministério da Agricultura do presidente Fernando Collor (1990-1992) e pretendendo retornar por via eleitoral ao palácio do Buriti — em outubro seria realizada a primeira eleição direta para o governo de Brasília —, entregou o cargo para evitar que a Justiça Eleitoral o julgasse inelegível. Valim permaneceu no cargo até 31 de dezembro de 1990, passando-o justamente a Roriz, bem-sucedido no pleito.

À frente da presidência regional do Partido Progressista Reformador (PPR), Valim declarou ao jornal Correio Brasiliense, em junho de 1993, que pretendia candidatar-se ao governo de Brasília nas eleições de outubro de 1994. Após acordos com o Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), Valim compôs como vice-governador a chapa cuja cabeça coube a Maria de Lurdes Abadia, que sequer chegou a disputar o segundo turno da eleição, que opôs o vitorioso Cristovam Buarque, lançado pelo Partido dos Trabalhadores (PT), a Valmir Campelo, candidato do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB).

Transferindo-se para o PTB, cuja agremiação também presidiu em Brasília, candidatou-se a deputado distrital, no pleito de outubro de 1998, não obtendo os votos necessários para garantir-lhe o mandato.

Em abril de 2003, foi condenado a devolver aos cofres públicos os valores gastos com a veiculação do jornal “A volta do voto”, ocorrida em janeiro de 1991.

Vanderlei Valim respondeu interinamente pela presidência da Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap) e da Companhia Imobiliária de Brasília (Terracap) — de cujos conselhos de administração tornou-se membro-nato —, tendo sido também membro-nato e presidente do Conselho Rodoviário do Distrito Federal e ainda membro-nato do Conselho de Arquitetura, Urbanismo e Meio Ambiente do Distrito Federal.

Casou-se com Regina Célia Raya de Aguiar Valim, com quem teve duas filhas.

FONTES: Correio Brasiliense (13/3/90, 27/6/93 e 23/5/94); CURRIC. BIOG; www.conjur.com.br – 28/08/2003.

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados