LIGA NACIONALISTA BRASILEIRA

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: LIGA NACIONALISTA BRASILEIRA
Nome Completo: LIGA NACIONALISTA BRASILEIRA

Tipo: TEMATICO


Texto Completo:
LIGA NACIONALISTA BRASILEIRA

LIGA NACIONALISTA BRASILEIRA

 

Organização fundada em abril de 1959 pelo deputado federal Gabriel Passos, da bancada da União Democrática Nacional (UDN) de Minas Gerais e integrante da Frente Parlamentar Nacionalista. Passos redigiu os estatutos da liga, que foram registrados sob o nº 15.452, em 23 de abril de 1959, e lidos pelo parlamentar na Câmara dos Deputados em 13 de maio. A entidade era presidida por Gabriel Passos, tendo como secretário-geral o coronel Anderson Mascarenhas, da ala nacionalista das forças armadas.

A Liga Nacionalista Brasileira tinha por finalidade principal a “defesa da independência econômica do povo brasileiro como fundamento e condição de sua liberdade política”. Seus estatutos previam sua estruturação em um núcleo central, núcleos regionais e núcleos locais, que teriam base municipal.

Para alcançar a independência econômica do país, a liga defendia, entre outros pontos, a manutenção do monopólio estatal do petróleo e a nacionalização efetiva de sua distribuição; o controle estatal das empresas concessionárias de energia elétrica e de serviços públicos; a fiscalização, pelo Conselho Nacional do Petróleo, das indústrias petroquímicas; a definição legal de empresa nacional, de modo a distinguir as firmas genuinamente brasileiras das vinculadas ao capital estrangeiro; a proteção à indústria nacional através da concessão de créditos e financiamentos, bem como de proteção cambial e aduaneira, e a restrição ao capital estrangeiro.

Apesar de estruturada, a liga não chegou a ter uma atuação concreta. Em 1968, o coronel Anderson Mascarenhas e Celso Passos, deputado federal pelo Movimento Democrático Brasileiro (MDB) de Minas Gerais e filho de Gabriel Passos, tentaram fazer reviver a organização. A decretação do Ato Institucional nº 5 em dezembro daquele ano, cassando o mandato de diversos parlamentares, entre os quais o de Celso Passos, frustrou contudo seus planos de reestruturação.

 

 

FONTE: PASSOS, G. Nacionalismo.

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados